8 Livros para serem lidos no banheiro – Por Rubem Alves

Em tempos onde o hábito de levar jornais e livros para o banheiro está extinto pela maioria das pessoas, pois hoje o celular é a nossa inconteste caixinha de pandora, o nosso livro de faces, o rádio, o nosso jornal, o nosso modo de interagir com o mundo desde a hora em que acordamos até o instante em que somos sucumbidos pelo sono. E daí, ele, o celular, também é o nosso “livro” de cabeceira. Mas, eis que,  em nossas leituras diárias (de livros impressos) descobrimos que o mestre Rubem Alves se preocupou com isso: com a rotineira leitura privada. E assim ele fez uma lista de livros para serem lidos no banheiro.

Assim ele relata:

“Vi, muitos anos atrás, nos Estados Unidos, uma coisa insólita, que jamais passaria pela minha cabeça: um papel higiênico que tinha, em cada folha, um aforismo, máxima ou conselho. O usuário não resistia à tentação e, antes de fazer o uso normal do papel, lia o que estava escrito, o que contribuía decisivamente para a sua formação intelectual e espiritual. Imaginei uma melhoria nessa ideia: livros inteiros impressos no papel higiênico. Assim, aos poucos, assentada na privada, a pessoa iria lendo as grandes obras da literatura mundial. Vai aqui uma sugestão para as fábricas de papel higiênico. Um bom mote de propaganda seria: “Use o papel higiênico inteligente, que dá cultura antes de limpar”. Vou dizer os livros que, em minha opinião, devem estar na “biblioteca privada”:

  1. Calvin

Captura de Tela 2016-02-23 às 16.14.48

Um livro com as tirinhas de Calvin. Se você ainda não conhece o Calvin, saiba que, quando o jornal chega, vou direito às dele para virar criança. O Calvin é sempre uma pitada de sabedoria infantil no mundo louco dos adultos. O Calvin é uma alegria. Há livros com coleções de tirinhas.

2. AsterixCaptura de Tela 2016-02-23 às 16.22.25Alguns números do Asterix. Quem não conhece o Asterix está perdendo uma das grandes alegrias da vida. São estórias de um pequeno herói gaulês e do seu amigo gordão, de força imbatível, Obelix. Aconselho, especialmente, os números Asterix Legionário e Obelix & Cia. Quem lê Obelix & Cia. fica sabendo tudo o que é preciso saber sobre o capitalismo, rindo e sem precisar aprender economês.

3. Para ler e pensar – de Hermam HesseCaptura de Tela 2016-02-23 às 16.24.58De Hermam Hesse, Para Ler e Pensar – uma coletânea de pensamentos curtos sobre os mais variados tópicos, amor, morte, política, educação, arte. Fica mais sábio quem lê.

4. Solte os Cachorros – de Adélia PradoCaptura de Tela 2016-02-23 às 16.27.11De Adélia Prado, Solte os Cachorros – hilariante. Não é poesia; é prosa.

5. O livro sobre o nada – de Manoel de BarrosCaptura de Tela 2016-02-23 às 16.29.05Não pode faltar poesia. Para os iniciantes, aconselho a leitura de Mario Quintana. E o Manoel de Barros: Livro sobre Nada.

6. Meu Primeiro Livro de ArteCaptura de Tela 2016-02-23 às 16.32.08

Livros de arte. A coleção Taschen, encontrada em qualquer livraria, é maravilhosa. Baratos. Você pode escolher: Picasso, Monet, Dali, Miguel Ângelo, Rafael, Klimt, Klee (leia-se klee, e não ‘kli’), Botticelli, Von Stuck e muitos outros. As crianças e os adultos se deleitarão. Também o Meu Primeiro Livro de Arte.

7.Confesso que Vivi – de Pablo NerudaCaptura de Tela 2016-02-23 às 16.33.56Um livro de peso que, quando lido, fica leve: Confesso que Vivi, de Pablo Neruda.

+ (uns) A Menina e o Pássaro EncantadoCaptura de Tela 2016-02-23 às 16.37.11

Gostaria que alguns livros meus fizessem parte dessa ‘biblioteca privada’.  Crônicas: o Amor que Acende a Lua, O Retorno e/Terno, Sobre o Tempo e a Eterna/Idade. E livros infantis: A Menina e o Pássaro Encantado, A Volta do Pássaro Encantado, Os Três Porquinhos.

Você vai notar uma coisa curiosa: as visitas às ‘bibliotecas privadas’ vão ficar mais frequentes e mais demoradas… Eu não disse, no início, que as privadas podem ter uma função cultural?”. Rubem Alves

Extraído do livro: Pimentas, Editora Planeta, 2015, 2ª Edição, páginas 22 a 24.

 

TEXTO DERubem Alves
FONTELivro Pimentas
COMPARTILHAR
Portal Raízes
Raízes Jornalismo Cultural - Portal, Revista Impressa e Programa de Televisão




COMENTÁRIOS