Essa foto é sua? Por favor entre em contato

4 passos para se livrar de um relacionamento tóxico

Portal Raízes

Muitas vezes pode ser muito difícil sair de um relacionamento tóxico, pensando nisso reunimos 4 conselhos, com base no livro Amor Tóxico: 5 passos (Toxic love: 5 steps) da psicóloga americana Jill Weber, para te ajudar nessa mudança. Veja:

1. Admitir que a relação é tóxica

Se você está vivenciando um relacionamento tóxico, então você provavelmente entra e sai de um estado de negação sobre quão insalubre ele realmente é. Num momento, você sente repulsa; Em outro, você está inventando desculpas e justificando o comportamento intolerável do seu parceiro. A maioria das pessoas vai deixar algumas questões de lado de vez em quando ao longo prazo dos relacionamentos, e é importante estar disposto a aceitar o seu parceiro como eles são. Eles também precisam fazer o mesmo por você. Mas há certas coisas que uma pessoa nunca deve permitir em um relacionamento. Você está semeando sementes ruins em terra infértil se seu parceiro mente, frauda, humilha você, explora você por dinheiro ou outros recursos, abusa emocionalmente ou fisicamente de você. Se seu parceiro provoca dor crônica e não se responsabiliza, ponha fim nisso.

2. Pare de acreditar que esse relacionamento é o melhor que você pode fazer

Se você estiver em um relacionamento tóxico, como descrito acima, então você provavelmente parou de confiar em amigos e familiares. Você mantém seu relacionamento separado dos outros, porque você tem medo de que os entes queridos verão como é doentio. Ou, você sente que seu parceiro tóxico é a única pessoa que vai te entender e te amar. Afastar-se e evitar interações íntimas face-a-face com os outros reforça a idéia de que você nunca será conhecido ou cuidado por ninguém além de seu parceiro tóxico. Ele mantém você em pânico para que pense que você vai ficar sozinha. Antes de fazer qualquer coisa, trabalhe para construir o seu sistema de apoio: entre para academia, participe de um clube de caminhadas ou livro, inicie um novo hobby; encontrar amigos para exercitar, comer com diferentes conhecidos. Você precisa começar a deixar os outros se aproximarem de você, para que você não sinta mais como se sua órbita entraria em colapso sem este parceiro tóxico no centro de sua vida.

3. Desintoxicação

Você está se iludindo e desperdiçando um tempo precioso se você acredita que podem de alguma forma ainda ser amigos ou ter uma relação telefônica com um ex-parceiro tóxico. Essas pessoas têm uma maneira de manipular e fazer com que os outros sintam pena deles. Se você manter o contato, então você habilita este indivíduo para continuar a trabalhar para atraí-la de volta para ele. A única saída realista é parar todo contato, para que você possa começar de novo. E, também, o tempo afastado ajuda a melhorar positivamente a perspectiva.

4. Prosseguir o auto-crescimento

A mudança não será instantânea. Tome todo esse tempo que você passou tentando entender melhor o seu parceiro tóxico, ou para corrigir o relacionamento falho, e invista em si mesmo. Use sua energia para perseguir o auto-crescimento. Comece a meditar ou escrever um diário, ler livros de auto-ajuda, ou assumir psicoterapia semanal. Quando você for num encontro, considere cuidadosamente aqueles que você teve antes, e trabalhe para envolver novos e diferentes tipos de personalidades. Uma atração forte e imediata pode, às vezes, significar problemas para um relacionamento. Se segure e espere um pouco. Esta tática irá ajudá-lo a evitar outro relacionamento decepcionante.

 

Texto de Jill Weber, publicado originalmente em Psycology Today – Tradução e livre adaptação Portal Raízes

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Portal Raízes
Portal Raízes Jornalismo Cultural

COMENTÁRIOS