Esta foto é sua? Por favor, entre em contato.

8 coisas que pessoas com depressão escondem de todos

Embora a percepção da depressão tenha melhorado um pouco ao longo dos anos, nós, com frequência, entendemos mal a depressão ou a ignoramos junto com os seus sintomas. Devido ao estigma da depressão nem sempre reconhecemos quando as pessoas em nossas vidas estão lutando contra esta doença.  Pior, muitas pessoas não são diagnosticadas em razão de suposições errôneas sobre a forma em que a depressão se manifesta e como buscar as possíveis causas. Isso demonstra que um número significativo de pessoas deprimidas esconde a doença de outros e até de si mesmas.

Quando uma pessoa com depressão não é diagnosticada ela pode desenvolver várias maneiras de lidar com seus problemas, inclusive escondendo a doença daqueles que estão em torno dela. Isso impede que outras pessoas reconheçam os sintomas em que ela está. Precisamos mudar a opinião de que o sofrimento é sempre visível para nós.  Assim podemos entender melhor e ajudar aqueles que lutam com doenças que não são vistas.

Aqui estão alguns sinais de que revelam se alguém que você convive esconde, consciente ou inconsciente, que está deprimido:

  1. Elas podem não ter um “olhar deprimido”

Devido à mídia e estereótipos culturais, a maioria de nós supõe como alguém se comporta e observa se eles lutam contra a depressão. Imaginamos alguém que raramente sai de seu quarto, não se veste bem e parece miserável. Mas nem todas as pessoas com depressão se comportam dessa maneira.

As pessoas são, por natureza, diferentes entre si. E o enfrentamento das pessoas com depressão também difere. Muitas simulam boa saúde mental para se protegerem, mas elas não sofrem menos quando agem assim. Da mesma forma, quem é incapaz de manter essa fachada não são “mais fracos” do que aqueles que disfarçam o seu estado emocional.

  1. Elas  muitas vezes parecem exaustos ou reclamam que estão sempre cansados

Um sintoma colateral que normalmente prevalece é exaustão constante. Nem todo mundo em desordem luta contra o enfastio, mas ele é recorrente. Aqueles que experimentam este sinal de depressão reconhecem que, muitas vezes, é mais difícil lidar com os efeitos colaterais.

Além disso, se alguém vive com uma depressão não diagnosticada, a causa de sua exaustão pode ser desconcertante. Eles podem dormir bem todas as noites e ainda assim, acordar todas as manhãs com a sensação de que dormiram mal. Pior, eles podem se culpar acreditando que seja preguiça ou algum outro motivo pessoal que está baixando seus níveis de energia.

Este é outro sintoma  difícil de ocultar.  Mas tentam manter alto nível de energia porque o sintoma de cansaço pode afetar a sua carga de trabalho e suas relações pessoais.

  1. Elas podem ser muito irritáveis 

O comportamento de uma pessoa deprimida pode ser interpretado como melancolia, mesmo que isso não seja o que ela realmente estão sentindo. É também muito comum que a irritabilidade constante esconda um sintoma negligenciado da depressão. Isso é compreensível, uma vez que a depressão é um problema de saúde que você não pode “ver” ou “medir” com precisão, tornando difícil de combater.

O trabalho constante para lidar com a depressão também drena a pessoa, e deixa pouco espaço para a paciência ou a compreensão.

Se você descobre alguém que está clinicamente deprimido e ele compartilha isso com você, inicialmente vai ficar confuso se seu comportamento anterior não se encaixa como o de uma pessoa deprimida, tímida e silenciosa. Se eles tendem a ter o “pavio curto” e se irritam rapidamente, é um efeito colateral da depressão.

  1. Elas podem ter dificuldade para responder ao afeto e à preocupação

O principal equívoco sobre a depressão, que foi abordado nos parágrafos acima, é em razão de que ela se revela por um “sentimento” de tristeza.

Pelo contrário, a depressão é, principalmente, não sentir nada ou apenas experimentar parcial e brevemente esta emoção. Depende de cada indivíduo, mas algumas pessoas com depressão sentem-se quase “entorpecidas” e a coisa mais próxima de uma emoção que experimentam é uma espécie de tristeza e/ ou irritação.

Devido a isso, responder a gestos ou palavras de afeto será difícil para eles, ou eles simplesmente não mais pensam sobre isso.

Eles podem ficar irados sem razão ou até irritados com você.  Para eles é muito difícil que seus cérebros processem e respondam aos seus gestos amorosos.

  1. Elas podem desistir de atividades lúdicas usadas para divertir ou, de outra forma, para o amor 

A menos que outras explicações sejam plausíveis, uma falta às atividades sociais por um período de tempo prolongado poderia ser um sinal que alguém tem depressão. Como mencionado acima, a depressão drena física e mentalmente, o que torna difícil desfrutar de todas as coisas que você costuma fazer.

As atividades anteriormente amadas podem até mesmo perder o interesse, porque a depressão torna difícil desfrutar ou sentir-se satisfeito em tudo. Se você não tem outra maneira de explicar seu crescente desinteresse por tudo, este pode ser um sintoma de depressão clínica.

  1. Elas podem desenvolver hábitos alimentares anormais

Os hábitos alimentares anormais desenvolvem-se principalmente por duas razões: Como uma forma de enfrentamento ou como um efeito colateral da falta de autocuidado. Comer exageradamente é um sinal comum de depressão. O alimento pode ser a única fonte de prazer de uma pessoa deprimida.

Quando uma pessoa deprimida está comendo pouco é porque, muitas vezes, sua depressão está afetando seu apetite e faz a comida pouco atraente. Também pode ser uma necessidade subconsciente para controlar algo, uma vez que eles não podem controlar a sua depressão.

Se alguém não foi diagnosticado com depressão ou que ainda não disse que tem depressão, é comum que as pessoas critiquem seus hábitos alimentares. No entanto, culpá-lo e julgá-lo por isso faz a pessoa se sentir pior. 

  1. Elas podem começar a precisar mais de você

Uma pessoa deprimida não funciona como uma pessoa com saúde mental. Haverá coisas que eles não serão mais capazes de fazer. Aborrecer ou envergonhá-los não ajuda. Se eles conseguem controlar a sua depressão, será muito mais difícil controlar a irritação com aqueles que se irritam eles.  Simplesmente porque já não podem realizar no nível que é esperado por pessoas mentalmente saudáveis.

É por isso que é sempre melhor ser compreensivo com eles, tanto no trabalho como na vida pessoal. Você pode até pensar que alguém seja “fraco”, mas deve reconhecer que ele enfrenta um verdadeiro problema de saúde.

  1. Elas podem ter dias ruins e dias melhores

A depressão pode ter seus altos e baixos. Se alguém tem uma depressão oculta ou não diagnosticada, pode parecer que eles mudam de humor dependendo se a sua depressão é consistente ou não. Para você (e para eles, se não são diagnosticadas), as mudanças de humor parecem sem causa, mas é simplesmente como se manifesta  a depressão de algumas pessoas.

Se você sabe que a pessoa tem depressão é possível acreditar que ela esteja melhor por causa de alguns  dias “bons”. Embora seja sempre ótimo que alguém tenha um dia melhor do que o anterior, você deve deixá-lo dizer quando está pronto para lutar.

Eles podem se recuperar completamente. Sobretudo, ao serem empurrados para coisas e atividades que o façam cair em si mesmos.  Seja solidário com seus amigos e familiares que sofrem de depressão, mas deixe-os livres para solicitar ajuda.

Texto de Jane Scearce – publicado originalmente em Lifehack – Tradução e livre adaptação: Portal Raízes.  Os Direitos Autorais no Brasil são regulamentados pela Lei 9.610 . A violação destes direitos está prevista no artigo 184 do Código Penal. Este artigo pode ser publicado em outros sites, citando o autor e via”Portal Raízes”.

Gostou deste artigo? Aqui tem outras opções sobre o mesmo tema: 

COMPARTILHAR
Portal Raízes
Portal Raízes Jornalismo Cultural

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS