Esta foto é sua? Por favor, entre em contato.

9 frases que pessoas inteligentes nunca usam em uma conversa: segundo especialista em consciência social

Todos nós já dissemos coisas que as pessoas interpretam de forma muito diferente do que queríamos. Estes comentários aparentemente suaves levam à sensação horrível que somente são percebidos quando a semente da má palavra já saiu da sua boca.

Deslizes verbais ocorrem frequentemente porque nós dizemos sem pensar nas consequências. As palavras, mesmo as sutis, podem carregar uma carga negativa.  Entender essas implicações requer consciência social  – a capacidade de se colocar nas emoções e experiências de outras pessoas.

A Talent Smart, empresa americana de consultoria, testou a inteligência emocional (EQ) de mais de um milhão de pessoas e descobriu que a consciência social é uma habilidade que falta em muitos de nós.

Temos falta de consciência social porque nós estamos tão focados no que vamos dizer, e na maneira em que as outras pessoas estão dizendo, que somos afetados ao ponto de perdemos a noção do que vamos dizer em seguida. Este é um problema porque as pessoas perdem facilmente o senso do equilíbrio verbal. O melhor, nestas ocasiões, é esperar a outra dizer o que pensa. E depois falar com calma e segurança para não magoar o outro.

A beleza da consciência social é que você pode fazer alguns ajustes simples para melhorar o que diz em seus relacionamentos com as outras pessoas.

Para isso, existem algumas frases que as pessoas emocionalmente inteligentes  evitam em uma conversa casual. As frases seguintes são os piores crimes que você pode cometer numa conversação.

Você deve evitá-las a todo custo.

  1. “Você está cansado”

Pessoas cansadas são incrivelmente desagradáveis. Têm olhos caídos, cabelo bagunçado e apresentam dificuldade de concentração. E são ranzinzas e, muitas vezes, brutas. Dizer a alguém que ele parece cansado implica dizer que ele apresenta todos os sintomas acima.

Em vez disso, diga: “Está tudo bem?”. A maioria das pessoas pergunta se alguém está cansado porque querem ser útil de alguma forma, por isso, de verdade, desejam saber se a outra pessoa está bem.  Quando perguntamos: Está tudo bem? Ela tem a chance de se abrir e compartilhar o que está sentindo.  Mais importante ainda: a outra pessoa vai perceber que se preocupa com ela em vez de sua indelicadeza quando pergunta: Você está cansada?

  1. “Nossa, você perdeu uma tonelada de peso!”

Mais um comentário que, apesar de bem intencionado, dá a impressão de que está sendo crítico e, até, com uma dose de sarcasmo. Ao dizer que a pessoa perdeu tanto peso, sugere que você costuma olhar a gordura como pouco atraente.  Em vez disso, diga: “Você continua ótima”.  Esta é uma observação mais agradável. Pela simples razão: Em vez de comparações você demonstra que a vê como era.

  1. “Você era muito bom para ele”

Quando alguém corta os laços de uma relação de qualquer tipo, pessoal ou profissional, este comentário implica dizer, em primeiro lugar, que ela tem mau gosto ou fez uma escolha errada.

Em vez disso, diga: “Lamento a sua perda, conte comigo!”. Isso demonstra apoio e solidariedade, sem qualquer crítica implícita.

  1. “Você sempre …” ou “Você nunca …”

Ninguém sempre fez ou nunca faz nada. Isso está além dos seus limites. As pessoas não se veem unidimensional. É um erro você tentar defini-las como tal. Estas frases põem as pessoas na defensiva e elas acabam se fechando. É uma coisa muito ruim de ouvir porque você, provavelmente, usa essas frases quando quer discutir.

Basta apontar o que a outra pessoa fez. Atenha-se aos fatos sem o erro da generalização. A frequência deste comportamento é um problema. Em vez disso, diga:  “Percebo que você fez isso muitas vezes” ou “Noto que você faz isso muitas vezes”.

  1. “Você está ótima para a sua idade”

Usando “para a sua” como um qualificador sempre soa como deselegante e rude. Ninguém precisa ser inteligente para ser um atleta ou estar em boa forma em relação a outras pessoas que estão batendo à porta de morte. As pessoas simplesmente querem ser inteligentes e capazes.

Em vez disso, diga: “Você está muito bem”. Esta é uma observação simples e agradável. Elogios genuínos não precisam de adjetivos.

  1. “Eu já falei isso antes, mas…”

Todos nós, de vez em quando, nos esquecemos de alguma coisa. Esta frase “Eu já falei isso antes…” faz parecer um insulto por deixar claro que está chateado em repetir o que já disse. É difícil para quem a ouve, mesmo que seja alguém interessado em ouvir o seu ponto de vista.  Primeiro se sente diminuído por ter que se explicar. E repetir sugere que, ou você é inseguro ou o arrogante que se acha o melhor de todos. Ou que ambas as hipóteses são verdadeiras.  Em vez disso, diga “Eu não fui muito feliz em dizer o que eu queria. Se você puder me ouvir de novo vou tentar dizer de forma mais interessante”.  Dessa forma vão se lembrar do que você disse.

  1. “Boa sorte”

Esta é uma forma que tem pouca ou quase nenhuma utilidade. Certamente que não é o fim do mundo se você deseja boa sorte a alguém. Mas você pode fazer melhor porque esta frase diz que a outra pessoa vai precisar de sorte para obter sucesso. E isso não depende somente das suas habilidades.

Em vez disso, diga: “Vá em frente, eu sei que você já sabe o que tem de fazer”. O que sugere que ela tem as habilidades necessárias para ter sucesso. Isto é melhor do que desejar-lhe sorte.  Essa resposta dá mais confiança do que apenas lhe desejar “boa sorte!”.

  1. “Não tenho opinião” ou “É você quem sabe”

Embora você possa ser indiferente, a sua opinião quando lhe é pedida por alguém para decidir alguma coisa, é importante para a pessoa que a solicita. Caso contrário ela não teria pedido a sua opinião.  Em vez disso, diga: “Posso não ter a melhor opinião. De qualquer maneira, poderemos considerar essa questão juntos”. Quando você der uma opinião – mesmo sem você ter a resposta pronta – isso demonstra que você se preocupa com a pessoa que solicita.

  1. “Eu nunca faria isso…”

Esta frase é uma maneira agressiva para desviar a atenção do seu próprio erro. Quando a gente aponta um erro do passado de outra pessoa, provavelmente sem muita importância, demonstramos que não o perdoamos no passado. Em vez disso, diga: “Sinto muito, mas também já errei”.Confessar que também erra é a melhor maneira de ser racional e trazer a pessoa para o seu lado.  Admitir os mesmos erros é a melhor maneira de levar a discussão para um aspecto mais racional. E demonstra serenidade para que vocês possam resolver as coisas. Admitir nossa culpa é uma forma incrível para impedir o açodamento.

Juntando tudo

Na conversação diária são as pequenas coisas que fazem toda a diferença. Experimente estas sugestões para se dirigir aos outros. Você vai se surpreender com a resposta positiva que vai ganhar.

Quais as outras frases que as pessoas devem evitar? Por favor, compartilhe seus pensamentos na seção de comentários abaixo. Tanto eu quanto você podemos aprender juntos a melhor forma em lidar com as outras pessoas.

Texto do doutor Travis Bradberry publicado originalmente em The Good Men Project. Livre adaptação de Doracino Naves para o Portal Raízes

Dr. Travis Bradberry é o co-autor premiado do best-seller, Emotional Intelligence 2.0 , e o co-fundador da TalentSmart , fornecedora líder mundial de testes de inteligência emocional e formação . Seus livros mais vendidos foram traduzidos para 25 idiomas e estão disponíveis em mais de 150 países.

COMPARTILHAR
Portal Raízes
Raízes Jornalismo Cultural - Portal, Revista Impressa e Programa de Televisão




COMENTÁRIOS