Foto extraída do vídeo no Youtube

Um novo homem para a nova mulher (“Esse cara sou!”) Será?

“Sabe aquela música do Roberto Carlos que foi a faixa principal da trilha sonora da novela ‘Salve Jorge’, tema do casal Morena e Théo? ‘Esse cara sou eu’? – ela tem sido discutida sobre um suposto machismo disfarçado de romantismo. O professor Leandro Karnal, afirma que “A novela tornou-se, curiosamente, o espaço no qual a minha posição fica validada ou não validada. É curioso supor que no Brasil, o espaço da representação ocupa um espaço de realidade, é uma inversão da ideia do George Orwell de 1984 no qual a televisão tem que ser assistida, quer dizer, a televisão que aparentemente nos assiste, nós somos espectadores de uma realidade que é a novela, nós somos a novela, e a novela é a realidade, é como se invertesse a ideia do George Orwell de um grande irmão olhando tudo e como se na verdade o único espaço de realidade do mundo, fosse o espaço de um Big Brother, ou de uma novela”. Sendo assim, basta que uma música ou um comportamento estoure numa novela para que serem alvos de questionamentos e imitações. Você concorda?

Confira a versão da animação e dê a sua opinião: é romantismo ou é machismo velado?

 

COMPARTILHAR
Portal Raízes
Raízes Jornalismo Cultural - Portal, Revista Impressa e Programa de Televisão




COMENTÁRIOS