Esta foto é sua? Por favor, entre em contato.

Este texto é para as mulheres que fogem do amor sem ao menos dar uma chance

Thalitha Miranda

Este texto é para as mulheres que fogem, que permitem se apaixonar apenas parcialmente, que afastam as pessoas por estarem convencidas de que aquelas pessoas vão deixá-las de qualquer jeito. Este texto é para as mulheres com o coração fechado, que têm dificuldades em abaixar a guarda e se abrir. Esse texto é para as mulheres que preferem ficar sozinhas porque isso se tornou sua zona de conforto.

Existe um certo tipo de conforto em ficar sozinha, se torna parte de você, se torna sua norma. Você sabe que tudo com o que tem que se preocupar é com você mesma, você não precisa se preocupar com mais ninguém e nem com os sentimentos alheios. Não precisa ficar preocupada se vai deixar alguém triste ou que vão te deixá-la triste. Não precisa se preocupar com “não ser o suficiente”. Não precisa se preocupar em ser enganada ou ter sua felicidade despedaçada pela pessoa que ama, pois ninguém é responsável pelos seus sentimentos além de você mesma.
Você é sua própria responsabilidade e criadora da sua própria felicidade.

Então o amor bate à porta, alguém tenta quebrar seu gelo, com o coração frágil você considera se abrir. Você decide que talvez seja a hora de tentar deixar alguém se aproximar. Vocês saem para jantar, você deixa ele te beijar e lhe dizer coisas bonitas, mas mesmo assim você não está convencida. Não está convencida de que vai dar certo, não está convencida de que ele ficará, então você o afasta.

Você procura razões pra não gostar dele, e encontra mil e um “defeitos”. Você se convence de que ele não é o homem certo pra você, e você o afasta até que ele vai embora, apenas para se provar que todos realmente vão embora, mesmo que no fundo você saiba que não é verdade.

Na maior parte do tempo, as pessoas na sua vida não vão embora por escolha própria, elas vão porque você as pressiona a irem, por não se sentir pronta para abrir seu coração e correr o risco de o partir novamente.

Você as afasta porque você tem medo, pois já foi magoada antes, pois a pessoa em quem confiou, com todas as suas forças, decidiu que você não era o que ele queria. Ele te deixou despedaçada, no chão, e isso não é algo que você acha que pode lidar novamente, então você não se permite nem dar uma chance.

Mas a vida não foi feita para ser vivida sozinha.

Um dia você vai parar de afastar a todos e vai começar a aceitar as pessoas como elas são. Vai começar a perceber que nem todo mundo quer magoá-la, nem todo mundo vai deixá-la. Vai começar a abrir seu coração para a possibilidade de um amor verdadeiro.
Você vai encontrar alguém que queira ficar, mesmo quando você tentar afastá-lo, porque ele pode enxergar através da armadura que você vestiu. Ele vai ficar porque ele te ama e porque pôde ver que você só precisa de alguém que te prove que nem todos vão fugir quando você expor suas feridas mais profundas. Ele ficará, pois precisa de você na vida dele.

Você vai encontrar alguém que te ame do jeito que você é, e ele vai te lembrar porquê o amor é mágico.

Esse texto é para as mulheres que já foram partidas ao meio, mas encontraram forças para curar seu coração por conta própria. Esse texto é para mulheres que fogem antes de dar uma chance ao amor, para as que fecham seus corações e se convencem que estão melhor sozinhas. Eu te entendo, porque eu sou você, mas um dia alguém vai quebrar as barreiras que construímos ao redor de nossos corações e nos fazer perceber que a melhor coisa que poderíamos fazer pra nós mesmas é confiar em alguém suficiente para deixá-los entrar, porque nem todo mundo vai embora, e todas merecemos ser amadas completamente.

Publicado originalmente em Thought Catalog – Tradução e livre adaptação de Thálitha Miranda – especial para o Portal Raízes.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Thalitha Miranda
Thálitha Miranda, designer gráfico. Diz que nunca consegue tomar uma decisão que seja para sempre, mas adora tatuagens. Tatuagem é pra sempre?

COMENTÁRIOS