Esta foto é sua? Por favor entre em contato.

Estou aprendendo a não forçar as coisas a acontecerem

Estou aprendendo a deixá-las ser, a deixá-las alinhar com a minha vida para quando for o momento certo. A deixar o Universo trazê-las para mim sem ter que correr atrás delas. Porque se você tem que correr atrás de alguma coisa isso significa que ela não quer ser pega, ela não quer parar em sua porta como se fosse um cavalo arriado, pronto para ser montado. Confio em Deus que aquilo de que eu preciso vai me encontrar, não importa onde eu esteja. Eu não vou ser passivo, mas também não vou lutar uma batalha perdida.

Estou aprendendo a deixar o amor me encontrar

Estou aprendendo a parar de decifrar mensagens, misturar sinais e esperar pela mensagem clara que não me deixa dúvida. Quero a mensagem que seja óbvia e fácil de entender. Aquela mensagem que não faz você questionar ou adivinhar se é a que queremos. A  mensagem que você  sabe que é a que está esperando.

Estou aprendendo a deixar aqueles que não me querem em suas vidas. Eu poderia até mesmo segurar a porta aberta para eles porque eu não quero mais visitantes temporários. Estou aprendendo a deixar o amor, pessoas e coisas me encontrarem quando é real, quando é simples, quando é mútuo e quando é apaixonado e indispensável.

Estou aprendendo a ser paciente comigo mesmo

A me acostumar comigo e com meus planos. A ser gentil comigo mesmo quando eu falho e conformado o suficiente para fazer meus sonhos se tornarem realidade. Estou aprendendo a me perdoar por meus erros e deixá-los serem memórias em vez de rótulos. Estou aprendendo a deixar que esses erros provem que eu me aventurei por coisas que não estavam certas para mim. Que nem sempre joguei com segurança, que foi por coisas que eu não tinha certeza e que eu arrisquei. 

Aproveito disso a sabedoria que ganho com todos esses erros. A sabedoria me ensinou que os erros muitas vezes acontecem porque forçamos algo que não é para nós e alcançamos algo que provavelmente não deveria ter.

Eu estou aprendendo a parar de tentar  controlar minha vida

Estou aprendendo que fica tudo bem quando eu não tenho todas as respostas.  Ou se eu não estou onde eu quero estar. Estou aprendendo a deixar a vida seguir seu curso em vez de tentar dirigir a roda em outra direção. Estou aprendendo que eu nem sempre consigo o que quero, mas a vida vai me dar o que eu preciso. Estou aprendendo a tratar a vida como uma amiga. Compreendê-la, amá-la quando a situação se torna difícil, aceitá-la mesmo quando me frustra,  apreciar as experiências que a vida me forneceu. As lembranças que guardei, o riso que me trouxe e a tristeza que aconteceu para eu crescer.

Estou aprendendo a deixar as coisas boas ficarem.  A encarar a vida como uma pessoa madura que tenta se descobrir. Uma pessoa consciente das suas falhas  e uma pessoa que quer ser melhor na maioria dos dias. Mas que também fica aquém em outros dias como todas as outras pessoas no mundo. Deixar a força da vida me levar em seus braços em vez de forçá-la a parar.

Texto de Rania Naim – Extraído de Thought Catalog – Tradução e adaptação: Portal Raízes  – Os Direitos Autorais no Brasil são regulamentados pela Lei 9.610 . A violação destes direitos está prevista no artigo 184 do Código Penal. Este artigo pode ser publicado em outros sites, citando o autor e via”Portal Raízes”.

COMPARTILHAR
Portal Raízes
Portal Raízes Jornalismo Cultural

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS