“Chamar a Si Todo o Céu Com Um Sorriso” – Um belo poema de E. E. Cummings

Portal Raízes

Falecido aos 67 anos de idade, Edward Estlin Cummings, mais conhecido por E. E. Cummings, pertence à estirpe dos inventores da poesia moderna, ao rol daqueles poucos que realmente transformaram a linguagem poética de nosso tempo, em sintonia com o prospecto de uma civilização cujos crescentes progressos científicos vão abolindo vertiginosamente as fronteira entre a realidade e a ficção. No vídeo, uma amostra de seu talento na bela voz do ator Ivan Lima, o poema:

Chamar a Si Todo o Céu com um Sorriso


Que o meu coração esteja sempre aberto às pequenas
aves que são os segredos da vida.
O que quer que cantem é melhor do que conhecer a ciência de si próprio.
E se os homens não as ouvem estão velhos e frouxos.

Que o meu pensamento caminhe faminto,
destemido, sedento e servil.
E mesmo que seja domingo e que eu me engane,
pois sempre que os homens têm razão não são mais jovens
e logo parece ser tarde demais.

Então que eu não faça nada de útil
além de te amar mais verdadeiramente do que eu digo.
Nunca houve ninguém tão tolo que não conseguisse
chamar a si, todo o céu com um sorriso.

E. E. Cummings, in “livro de poemas” – Tradução de Cecília Rego Pinheiro

 

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Portal Raízes
Portal Raízes Jornalismo Cultural

COMENTÁRIOS