Jim Carrey

Longe do cinema, Jim Carrey tenta curar coração partido com arte

Portal Raízes

“A criatividade é o catalisador por excelência das aproximações de opostos. Por seu intermédio, sensações, emoções, pensamentos, são levados a reconhecerem-se entre si, a associarem-se, e mesmo tumultos internos adquirem forma”. Nise da Silveira

O ator Jim Carrey é um ícone da comédia e do drama dos anos 90, tendo estrelado filmes premiados de enorme sucesso. Desde 2015, Jim Carrey se afastou do cinema, pois alguns acontecimentos abalaram sua vida pessoal. O ano marcou a morte da sua ex-namorada, Cathriona White, por suicídio. Sendo alvo de acusações da família dela por ter supostamente corroborado com a tragédia, agora o ator de 55 anos se dedica a um novo campo da arte: a pintura.

Em uma entrevista a ABC, Jim Carrey diz “Não me entenda mal, Jim Carrey é um ótimo personagem, eu tive sorte de fazer parte disso, mas eu não penso mais nisso como ‘Eu’. Eu costuma ser um cara que experimentava o mundo, agora o mundo experimenta a mim”

A nova arte de Jim Carrey ganhou um documentário chamado I Needed Color. Nele, o comediante é visto pintando telas de grandes dimensões e falando sobre alguns dos seus sentimentos, com frases como: “Estava tudo tão depressivo, eu acho que precisava de cor”, “Dá pra saber o que eu amo pela cor nas pinturas, dá pra saber como é minha vida íntima pela obscuridade de algumas telas”.

Ensinou-nos Nietzsche que “A arte existe para que a realidade não nos destrua”. Veja como o ator Jim Carrey está curando o seu coração por meio da arte. No documentário, o ator diz que começou as suas pinturas na tentativa de curar o seu coração partido. Veja abaixo.

Carrey também vem gastando mais tempo por trás das câmeras nos últimos anos, como criador e produtor executivo de alguns seriados, em especial uma série da ShowTime (“I’m Dying Up Here”), que conta a história de uma mulher que é dona de um clube de comédia dos anos 70. Jim não atua no seriado, mas está intimamente envolvido nele.

Em muitas entrevistas Jim Carrey falou que está muito satisfeito com a vida de produtor, já que ele pode ajudar com sua experiência e história de vida, e ajudar a criar alguma coisa muito boa sem chamar muita atenção pra ele. Sua pintura e seu trabalho por trás das câmeras o têm ajudado a se curar de todas as feridas de sua vida pessoal, nós, da redação do Portal Raízes, particularmente, amamos esse novo lado de Jim Carrey, suas telas e esculturas são lindas. E vocês, o que acharam?

Com informações de Looper, Blasting News e GQ

Leia também:

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Portal Raízes

Portal Raízes Jornalismo Cultural


COMENTÁRIOS