Ninguém e nenhuma circunstância pode tirar o valor que você possui

Você possui um valor subjetivo, imensurável e infinito, no sentido de sua história de vida, que é única, e consequentemente, da formação e estruturação de determinadas características psicológicas, culturais e genéticas que compõem a pessoa que você é. Em outras palavras: você é único!

Diante de alguns fatos ou circunstâncias adversas da vida que nos acontecem, algumas pessoas, talvez a maioria delas, pela própria incapacidade de compreensão, nos fazem inúmeros julgamentos, Já que é um hábito julgar que ajudar ou mesmo compreender.

Situações ruins, trágicas ou inesperadas que surgem quando você, por ‘invigilância’ de suas emoções, cometeu erros, que por irresponsabilidade ou despreparo falhou em algum aspecto ou não cumpriu algum propósito que a você foi destinado. Não esqueça: tudo tem consequências.

Diante dos fatos, já que nós, pessoas, somos habituados a atribuir valor a tudo, também queremos dar as pessoas determinado “valor” a partir de nossas próprias percepções, de nossas convenções, julgamentos e crenças; Enfim, de nossos próprios paradigmas.


Como afrontarmos a delicada situação?


Entenda que o valor que nós possuímos, nunca nos é tirado, mesmo que aconteçam coisas ruins na nossa vida.Todos estamos em contínuo processo de aprendizado e é esperado que erros aconteçam para todo mundo. Todos podemos cair.

Mas aconteça o que acontecer, você nunca poderá ser “diminuído” por alguma intempérie da vida, mas sim acrescentado, basta aprender com os erros. Caso você tenha falhado em algum ponto, esse é o momento de rever a própria vida, reconhecer o erro e repará-lo. Aprenda a pedir perdão e principalmente a se auto-perdoar também.
E quando não é possível reparar o erro?

Neste caso, o que nos resta mesmo é o aprendizado que a experiência nos reserva, e o mais importante: Não cometer o mesmo erro de novo. Não cometa o mesmo erro duas vezes, pois assim não é aprender duas vezes, e sim, sofrer duas vezes. Bem mais que isso: é fazer os outros sofrerem também, Já que sempre tem alguém envolvido, mesmo que indiretamente, indubitavelmente.

O que você não pode e nem deve manter é uma postura de auto-piedade, de vítima. Compreenda que você é responsável por sua vida e pelas consequências de seus atos. A sua felicidade ou infelicidade depende de você. Portanto segure as rédeas da sua vida e faça uma história diferente agora!

Para refletir:
Nunca aceite o lugar ou o valor que os outros querem atribuir a você por conta de algum erro. Você é quem define isto. Cada pessoa possui infinitas possibilidades, recursos internos preciosos desconhecidos e que necessitam ser desenvolvidos. Utilize suas habilidades e talentos para o bem e para a paz. Cada um de nós é um ser especial. Portanto, se levante, erga sua cabeça e siga em frente!

Você nasceu para ser próspero e feliz!

COMPARTILHAR
Soraya Rodrigues de Aragão
Soraya Rodrigues de Aragão é psicóloga, escritora e palestrante. Realizou seus estudos acadêmicos na Unifor e Universidade de Roma (Lumsa). Equivalência do curso de Psicologia na Itália resultando em Mestrado. Especializou-se em Psicotraumatologia pela A.R.P. de Milão. É sócia da Sociedade Italiana de Neuropsicofarmacologia e membro da Sociedade Italiana de Neuropsicologia. Sites: www.consultoriapsi.net e www.alquimiadavida.org.




COMENTÁRIOS