Recuse ser uma cópia: reinvente-se

Gerações não existem para serem copiadas, mas reinventadas. Se tivéssemos de ser cópias, qual seria a necessidade do viver? Não é copiando o passado que revoluções acontecem; não é escrevendo a mesma história que se constrói uma biblioteca. Devemos receber todo e qualquer ensinamento com muito respeito, mas só levar conosco o que for bom.

Acho um grande erro pessoas que procuram ser a cópia do pai ou da mãe (com raras excessões), agindo da mesma forma, sem um pingo de originalidade. Se espelhar é bem diferente de admirar. Não é sendo espelho de alguém que descobriremos quem realmente somos. Não precisamos carregar nos nossos ombros os fardos e conceitos de outras épocas. Precisamos apenas construir o nosso mundo, a nossa história, o nosso agora.

Houve um tempo em que pessoas foram exiladas do seu próprio país por causa da liberdade de expressão. Houve um tempo em que mulheres eram prometidas a seus maridos antes mesmo de nascerem. Mas isso já foi combatido! Precisamos de novos heróis. Não aqueles que voam, mas os que mantém os pés no chão. Os que lutam contra o preconceito, a favor das diferenças, em respeito às pequenas causas. Essa é a pauta da nossa geração. Ser mais do mesmo é cômodo. Ser você mesmo pode causar várias decepções e conflitos, mas dá uma paz de espírito indescritível. Escolha o que vai ser e seja!





COMENTÁRIOS