Se você fizer estas 8 coisas estará pronta pra um relacionamento de verdade

Portal Raízes

“Quando o amor vos chamar, segui-o. Embora seus caminhos sejam agrestes e escarpados. E quando ele vos envolver com suas asas, cedei-lhe. Embora a espada oculta na sua plumagem possa ferir-vos. E quando ele vos falar, acreditai nele. Embora sua voz possa despedaçar vossos sonhos. Como o vento devasta o jardim. Pois, da mesma forma que o amor vos coroa, assim ele vos crucifica”. São versos do escritor libanês, Gibran Kahlil.

Notas perfeitas para emoldurar uma lista de prioridades a se seguir antes de vivenciar o tão sonhado relacionamento afetivo. Pois sempre que embarcamos em um relacionamento existe uma série de coisas que mudam em nossas vidas. E estarmos dispostos a fazer coisas novas, é essencial para que enfim dê certo.

Pensando nisso, reunimos 8 coisas que você deve considerar antes de entrar em um relacionamento de verdade:

1. Ter boa vontade em aceitar a entrada de estranhos em sua vida

Todo relacionamento sério traz consigo uma nova família, novos, amigos…  Então prepare-se para se socializar harmoniosamente com todas as pessoas que são importantes para a outra pessoa. Já ouviu o ditado “quem agrada os meus, adoça a minha boca”?, é por aí. Lembre-se e jamais se esqueça destas duas palavrinhas mágicas: Boa Vontade em aceitar e conviver com aqueles que são importantes para o outro.

2. Cuidar com responsabilidade do outro

Se você adotar um cachorrinho, você precisa estar disposta a levá-lo todos os dias para passear, você terá que brincar com ele, alimentá-lo, higienizá-lo… E se você começar a namorar alguém, você tem que estar disposta a sair em encontros, comprar presentes e mandar e responder mensagens desde a manhã até a noite. Você precisa se importar e demonstrar isso com atos e palavras, ligue para saber como está, pergunte se almoçou, se dormiu bem e se ofereça para ser útil… Todo bom relacionamento precisa de amizade e cuidados com responsabilidade.

3. Se comprometa publicamente

Tão logo, ambos concordem em assumir o relacionamento, diga a todos que se interessam por sua felicidade que você está em um relacionamento.  Se comprometer publicamente com quem você está se relacionando não é se expor em exageros e bajulações desnecessárias nas redes sociais. É só deixar claro que se está em um relacionamento. Mas todas as outras coisas acerca da exposição do casal em mídias devem ser respeitadas em comum acordo. Surpresas do tipo “a foto do primeiro” postada no Facebook no dia dos namorados, somente se o outro gostar de surpresas e vocês já tiverem conversado sobre isso.

4. Ter boa vontade em dialogar 

Não importa quanta química vocês tenham. Eventualmente haverá uma discussão, quando isso acontecer, é melhor ter uma conversa adulta sobre o problema do que trocar insultos até que seus rostos se tornem azuis. Outra vez as duas palavrinhas mágicas aparecem para nos alertar sobre se ter “boa vontade” em manter um diálogo. O bom diálogo nunca acontece nos momentos de raiva e estresse. É preciso esperar um tempo. Às vezes muito tempo. Até que ambos estejam com boa vontade suficiente para ouvir e só falar depois de tudo ouvir. Boa vontade. Repito. Boa vontade.

5. Não flerte com outras pessoas

Se você tem uma personalidade “brincalhona” e por conta disso outras pessoas estão sempre confundindo as coisas e pensam que está flertando, precisa deixar isso claro, mas não tente obtusamente mudar o seu jeito de ser para se subjugar ao que lhe parece certo. Não flerte com outras pessoas enquanto estiver num relacionamento, não mesmo. O respeito é coisa mais preciosa em quaisquer relações. Quer respeito? Respeite. Então, se o você é aquela pessoa extrovertida, cheia de amigos e amigas, gosta de abraçá-los e de ter seus momentos a sós com essas pessoas, diga isso logo no primeiro encontro e sempre reforce nos demais. Respeitar a individualidade de cada um é o primeiro degrau de um relacionamento duradouro e feliz.

6. Reserve tempo para vocês

Se você está tão ocupado com o trabalho que não tem tempo para diversão, provavelmente não deve namorar. Não mesmo. De jeito algum. Um relacionamento é uma aliança, um compromisso, uma coisa boníssima que você decidiu fazer por você. E como você se ama mais que tudo, você saberá dedicar tempo à sua felicidade.

7. Esteja presente nos momentos importantes para o outro

Mesmo que você ame seu tempo sozinha, você fazer concessões quando estiver em um relacionamento. A pessoa tem um happy hour com os colegas de trabalho na sexta-feira e você acha isso chatíssimo, mas você é aquela pessoa que sente feliz quando ver que o outro está feliz, independente se essa felicidade não seja com você. Talvez você não queira ir com ele, mas pode dizer que passa no finalzinho da festa para darem uma esticada. Deixa a pessoa sentir que você se importa com ela. Acompanhar em consultas em exames também uma boa demonstração de que se importa. Mesmo que a pessoa diga que não precisa, insista. Diga que faz questão de estar com ela. No fundo, todos nós, desejamos ser cuidados e mimados em momentos assim.

8. Vivencie o sexo verdadeiramente

A romancista Clara Dawn em seu artigo “O melhor sexo do mundo: modo de fazer” nos dá uma importante dica sobre vivenciar o momento do sexo. Diz ela: “É indescritível a vivência do sexo feito com a pessoa amada sem o afã da saciedade. Vivenciar o sexo é não ter pressa que ele chegue ao fim. Não ter pressa de chegar ao fim é praticar o melhor sexo do mundo. Imagine-se vivenciando o seu dia escolhido para as delícias do amor: tudo começa na madrugada no instante em que os corpos se atraem pelo desejo sexual, mas vocês não têm pressa, o dia só está começando. Então podem brincar, sorrir, doar-se e fugir do instante final…

E isso poderá se estender ao longo do dia enquanto, juntos, lavam o carro, fazem o almoço, tomam banho, leem um livro, ouvem músicas tomando a bebida favorita: se olhem, se elogiem, demonstrem interesse pelo que o outro diz, preste atenção no olhar, no modo como toca o cabelo, no jeito como fecha os olhos para pensar… e comente tudo isso com bom humor e desejo, pois orgasmos estão guardados para mais tarde, como aquela garrafa de Bordeaux que só se divide com alguém muito especial .

Creia, depois de horas e horas de ‘tormento’ pela espera do prazer, no outro dia, ambos sentirão saudades, não por causa dos segundos de explosão, e sim pelas várias oportunidades que tiveram de experimentar o êxtase, mas decidiram prolongar a deliciosa labuta por todo o dia para que ela fosse intensa como deve ser o sexo vivenciado. E assim vocês vão descobrir que isso é saber vivenciar”.

Inspirado no texto de Holly Riordan, publicado em Thought Catalog  e adaptado por Portal Raízes

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Portal Raízes
Portal Raízes Jornalismo Cultural

COMENTÁRIOS