bebês

Doadores de carinho a bebês ‘viciados’ em drogas

Portal Raízes

Todo mundo deveria saber que não se deve usar drogas durante a gestação, né? Infelizmente, não é bem assim que acontece na prática. Cada vez mais bebês nascem ‘viciados em drogas’ nos EUA por causa dos hábitos de suas mães e enfrentam, desde os primeiros dias de vida, dificuldades para lidar com a abstinência de opiáceos.

Diarreia, tremedeira, vômito, choro incessante e dores intensas são alguns dos sintomas pelos quais essas crianças, cujas mães são viciadas em heroína ou analgésicos, precisam passar. Alguns deles até recebem doses decrescentes de morfina nos primeiros dias de vida para que seus organismos se acostumem gradualmente com a falta das substâncias.

Número de bebês com abstinência aumentou 4x nos EUA na última década. Hoje, estima-se que uma criança nasça com o problema a cada 25 minutos.

Após enfermeiras de uma maternidade na Filadélfia relatarem que os bebês com a chamada síndrome de abstinência neonatal ficavam mais tranquilos ao serem seguros no colo e receberem afeto, a vários hospitais criaram programas para que voluntários “doem carinho” aos pequenos.

Algumas das crianças precisam passar meses internadas para que as substâncias saiam de seus organismos, e muitas vezes suas mães e pais perderam o direito de guarda por causa do abuso de drogas, ou então estão em tratamento para largar as substâncias. Como o número de enfermeiras não é suficiente para dar atenção a todos os bebês, foi preciso abrir as portas para voluntários.

Carinho ajuda bebês a enfrentar as crises de abstinência

De acordo com os médicos envolvidos no programa, os bebês que recebem o carinho de voluntários passam a precisar de doses menores de medicação para controlar os sintomas de abstinência, e o tempo médio de internação também diminui. Os médicos e psicólogos frisam que é importante que bebês sintam conexões com mães, pais ou outros cuidadores desde as primeira fases da vida e que isso é positivo para seu desenvolvimento, incluindo coisas como a confiança nas pessoas e no mundo.

Fonte: Hypeness

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.