Professor leva aluna com deficiência nas costas para ela não perder passeio da escola

Portal Raízes

Um professor de ensino fundamental do Kentucky, nos EUA, tem sido muito elogiado nas redes sociais e na imprensa por não ter deixado uma aluna com deficiência de fora de uma excursão da escola.

A turma da quarta série (com idades entre 10-11 anos) da Tully Elementary School estava se preparando desde a semana passada para visitar o Parque Estadual das Quedas D’água de Ohio – e uma das alunas ficou com o coração partido porque achava que perderia a diversão.

Ryan Neighbor, 10 anos, nasceu com espinha bífida (malformação congênita relativamente comum caracterizada por um fechamento incompleto do tubo neural), e precisa utilizar uma cadeira de rodas para se locomover.

Não seria a primeira vez que a deficiência de Ryan a impediria de participar de passeios da escola, logo sua mãe, Shelly King, já começava a preparar a filha para um ‘dia alternativo’ durante a excursão dos colegas.

Felizmente, ela não precisou. Ao saber da situação de Ryan, o professor Jim Freeman contatou sua família e se ofereceu para carregá-la nas costas durante toda a viagem.

Fiel à sua palavra, Freeman usou uma mochila especial para transportar a menina de 25 quilos, e Ryan ficou emocionada!

Desde que sua mãe publicou fotos de Freeman e Ryan na viagem, elas foram compartilhadas milhares de vezes.

“Somos muitíssimo abençoados por termos uma escola INTEIRA tão compassiva e empática que NUNCA a faz sentir-se excluída”, escreveu King na página Team Ryan no Facebook, documentando as experiências de sua filha.

If i haven’t bragged on my kids school enough – well, listen to this. They are going on a field trip to Falls Of The…

Posted by Team Ryan on Friday, September 20, 2019

 

Fonte: GNN

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.