Tom Hanks dá mais detalhes sobre como ele e sua esposa sobreviveram à covid-19

Portal Raízes

Tom Hanks compartilhou alguns detalhes sobre como foi estar infectado e superar o coronavírus. Ele e sua esposa, a atriz e cantora Rita Wilson, pegaram a doença no mês passado enquanto filmavam na Austrália.

“Rita passou por um momento mais difícil do que eu. Ela teve uma febre muito maior. Ela havia perdido o paladar e o olfato ”, disse o ator vencedor do Oscar no programa de rádio da Defesa Nacional americana. “Ela não teve absolutamente nenhuma alegria com a comida durante três semanas”.

Hanks também disse que Wilson estava “tão enjoada que teve que engatinhar no chão, da cama até as outras partes do quarto”. Enquanto se recuperava da covid-19, o casal se manteve no quarto de hotel em que estavam hospedados na Austrália, onde o ator participava de filmagens.

Já os sintomas de Hanks foram um pouco mais leves, pelo menos em comparação. “Tive algumas dores no corpo e estava muito cansado”, disse ele.

Hanks contou que tentou se exercitar por 30 minutos – descrevendo-o como alongamento e “coisas de velho” – mas não conseguiu aguentar. “Estava acabado após 12 minutos. Depois disso deitei na minha cama e dormi por uma hora e meia.”

Hanks concluiu que ainda não sabe como o casal se infectou e que ficaram hospitalizados por três dias na Austrália.

Os dois já se recuperam e acabaram retornando aos Estados Unidos, onde Hanks já participou de programas e Wilson cantou para eventos.

Fonte: Huffpost Brasil

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.