Claudia Tremblay

11 aspectos da esperança para o autoequilíbrio na era da ansiedade

Emoção fundamental para a cura e o bem-estar, a esperança ainda é pouco pesquisada pela ciência. Mas já se descobriu que até os que não a trazem do berço podem adquiri-la e aprimorá-la.

Anthony Scioli, professor de psicologia do Keene State College, em New Hampshire (Estados Unidos), estudioso do assunto há mais de duas décadas, afirma que a esperança é uma emoção extremamente importante, mas ainda “subpesquisada”. Suas pesquisas o levaram a concluir que a esperança é uma habilidade que pode ser adquirida e tem múltiplas facetas (há 14 aspectos distintos, segundo o psicólogo, apresentados no quadro acima) a serem cultivadas. Além disso, ela se autoperpetua: os esperançosos revelam-se propensos a ser mais resilientes, confiantes, abertos e motivados do que as outras pessoas, e assim tendem a receber mais do mundo – o qual, por seu lado, lhes dá motivos para ficarem mais otimistas.

Scioli se interessa pela esperança ligada não a pequenos desejos, mas a grandes sonhos. Em sua opinião, os êxitos “mundanos”, do dia-a-dia, são importantes, mas equivalem a, no máximo, 1/3 do que ele chama de “essência da esperança”.

Conheça a seguir alguns aspectos da esperança identificados por Anthony Scioli

ABERTURA Quanto mais confiante e esperançosa a pessoa for, mais aberta será para os outros, a natureza, as organizações e diferentes partes de si própria.

GERENCIAMENTO DO TERROR SOCIAL A pessoa confia na boa vontade dos outros, algo ligado a sentir-se segura no início da vida. Ela tende a confiar que sobreviverá aos desafios e não a pensar que será abandonada.

GERENCIAMENTO DO TERROR PESSOAL Resiliente e astuta, a pessoa raramente se sente presa porque tem recursos internos e criatividade para sair de situações difíceis.

FUTURO POSITIVO O futuro da pessoa está repleto de possibilidades e dons, e ela desempenha um papel ativo na determinação de seu futuro.

FORTALECIMENTO ESPIRITUAL O indivíduo encara suas ações como parte de um propósito ou missão mais amplo e não se sente sozinho em seu esforço ou sofrimento.

ABERTURA ESPIRITUAL A pessoa está aberta a um estímulo espiritual vindo de um poder ou força além de si. Exemplos desse estímulo são mensagens, orientações, bênçãos ou sugestões do mundo espiritual.

EXPERIÊNCIA MÍSTICA As experiências místicas geralmente originam confiança e fé na bondade do mundo. Podem envolver uma visão de Deus, uma ligação profunda com um ser amado ou um sentimento de unidade.

UNIVERSO AGRADÁVEL O indivíduo acredita que há bondade no mundo e forças de luz que podem repelir qualquer forma de escuridão.

GERENCIAMENTO DO TERROR ESPIRITUAL Crenças e valores transcendentes que integram o sistema pessoal de fé impedem o indivíduo de enfrentar a dúvida e o medo em termos existenciais, inclusive em épocas difíceis da vida.

IMORTALIDADE SIMBÓLICA Crenças de que a vida continua além da morte – exemplificadas pela reencarnação, pela passagem para outros planos ou pela fusão com uma essência maior – ampliam a visão existencial da pessoa.

INTEGRIDADE SIMBÓLICA O modo de vida da pessoa serve como um “roteiro de esperança” ou mapa espiritual para outros. A esperança e a maneira de ser arduamente conquistadas emergem em geral apenas no fim da vida.

TEXTO DEEduardo Araia
FONTEVia
COMPARTILHAR
Portal Raízes
Raízes Jornalismo Cultural - Portal, Revista Impressa e Programa de Televisão




COMENTÁRIOS