O melhor sinal de um relacionamento forte é não haver sinal dele no Facebook

Tanto quanto eu possa verificar, o Facebook é um site que você pode visitar para ter medo e rejeitar as visões políticas do seu país. É como uma região de quarentena. Todos os poluentes da humanidade estão contidos ali de modo a “proteger” a vida real das pessoas. Mas todos nós temos que fazer o login. Caso contrário, nós nunca mais teremos notícias da nossa família novamente. Se não existisse o Facebook todos nós perceberíamos que cada um só tem, tipo, quatro amigos reais.

Existem basicamente duas formas de relacionamento que aparecem no Facebook, e elas são igualmente más.

1. Os que lavam a roupa suja em público

Nada impede que casais fracos discutam sobre qualquer coisa estúpida no Facebook. Puro e simples, isso diz que você não está nem aí para os sentimentos do seu parceiro, sobre a privacidade e sobre o seu relacionamento.

Vocês não formam um casal harmonioso se estiverem dispostos a discutir na frente de outras pessoas como numa audiência pública; assim vocês são adversários. Nem pretendo começar a falar de todos os estados passivo-agressivos: “Aquele sentimento de alguém que se esqueceu de pegar BurgerKing a caminho de casa para o aniversário da amada, deixando-a irritada”.

Tudo o que isso mostra  que você está a procurar aprovação externa para os seus sentimentos. Você sabe o que um casal  deve fazer quando algo dá errado? Eles falam sobre isso e descobrem uma solução comum que agrade aos dois.

2. Os que postam fotos para que os outros invejem o seu relacionamento perfeito

Não fique brabo, mas o seu Facebook é uma fachada. É como se o casal estivesse a tentar convencer-se pela repetição. Um ótimo relacionamento não deve falar por si só?

Ou talvez seja uma obsessão doentia com a imagem que quer passar do relacionamento, em vez da “obsessão” sadia com o  próprio relacionamento.

A lenda da NFL, Walter Payton, disse:

“Quando tu és bom em alguma coisa, tu vais dizer a todos. Quando tu és fantástico em alguma coisa, eles vão dizer-te”.

As pessoas percebem quando você está num relacionamento incrível. Isso se reflete na sua vida de muitas maneiras. Todos nós queremos gritar do topo da montanha de vez em quando e gritar que amamos a nossa parceira. Ou  telefonarmos para cada um dos amigos e familiares, todos os dias, só para lembrá-los que ainda amamos a nossa parceira.  Essa é a aparência daqueles posts de casais sempre felizes no Facebook.

Resumindo: bons relacionamentos é o oposto dos dois modelos acima

Eles resolvem seus problemas sem envolver terceiros no fogo cruzado. A pessoa com quem mais quer partilhar a alegria da relação é o seu parceiro, não com 5 mil “estranhos”.

Estes casais sabem o valor que há nos pequenos e íntimos momentos que ninguém precisa saber. Eles sabem que uma exposição exagerada do seu relacionamento, por intermédio de redes sociais, é desnecessária, pois ambos sabem qual é a sua verdade e não uma mera encenação.

Eles não gastam tempo no Facebook, eles gastam um com o outro.

TEXTO DEAndré Costa
FONTEVia
COMPARTILHAR
Portal Raízes
Raízes Jornalismo Cultural - Portal, Revista Impressa e Programa de Televisão




COMENTÁRIOS