Esta foto é sua? Por favor, entre em contato.

38% das meninas de 7 anos acham que “não são bonitas”

Portal Raízes

Aos 7 anos as crianças começam a ter noção de seu próprio valor. É nessa idade que elas começam a entender quem elas são e a consolidar o que se espera delas. Não por acaso uma pesquisa feita pela organização britânica Girlguiding revelou que uma em cada quatro meninas entre 7 e 10 anos já se sente pressionada para ter um corpo perfeito – leia-se: magro. 

Para a psicopedagoga a psicopedagoga Quezia Bombonatto, diretora da Associação Brasileira de Psicopedagogia (ABPp), não é comum que as crianças apresentem uma autoimagem distorcida. Muito pelo contrário. “Em geral, a criança gosta dela mesma e é até egocentrada. Com o tempo, e de acordo com o ambiente, é que vai tirando esse valor em relação a si mesma e se voltando ao que o outro espera dela, então vai se modelando a esse comportamento”, explica.

A pesquisa foi realizada com 1.600 garotas de 7 a 21 anos e também revelou que apenas 61% das meninas nessa faixa etária se sentem felizes e satisfeitas com a própria aparência – em 2011 esse número era maior: 73%. Além disso, 38% das meninas de 7 a 10 anos acham que “não são bonitas o suficiente”. Você se lembra de elogiar sua filha não apenas pela aparência mas todas as suas qualidades? Ressalte como ela é divertida, inteligente, agradável, amiga… Chame a atenção dela para todas essas características que perduram e que importam mais do que ter um corpo e um rosto que se encaixem no padrão. Fonte: Revista Crescer

Leia mais sobre este assunto:

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.