5 mil pessoas tentam adotar o menino de 9 anos que pediu uma família

Portal Raízes

Há poucos dias, contamos a história de um menino de 9 anos chamado Jordan que emocionou com sua realidade. O menino está no Departamento de Serviços Humanos há seis anos esperando para ser adotado e recentemente foi entrevistado em um programa de televisão local para encontrar uma família. Felizmente, seus apelos foram ouvidos.

“Se eu tivesse três desejos, gostaria de uma família, uma família e uma família, esse é o único desejo que tenho”, disse ele, e esse desejo está prestes a ser realizado. Segundo o Departamento de Serviços Humanos, de Oklahoma, desde a exibição do programa, já chegaram mais de 5.000 inscrições para adotar Jordan.

“Estou lendo os perfis para selecionar uma família com a qual tentar seguir em frente”, disse o funcionário público Christopher Marlowe, que informou que foi implementado uma programação de horas extras apenas para lidar com o grande número de ligações e e-mails perguntando sobre Jordan.

O departamento tem esperança de que, em apenas seis meses, Jordan provavelmente terá uma família que lhe dará o amor que ele deseja. O estado também está tentando reconectar Jordan e seu irmão Braison, e está procurando uma família baseada em Oklahoma para mantê-los próximos um do outro.

“A família adotiva de seu irmão concordou com isso e se as coisas correrem bem, eles disseram que estariam dispostos a aceitá-los nos passeios diários para que pudessem ter um ótimo tempo juntos”, disse Marlowe.

Adoção no Brasil

No Brasil, 34 mil crianças e adolescentes encontram-se em casas de acolhimento e instituições públicas por todo país. Destas, 5.040 estão totalmente prontas para a adoção e à espera de um lar e uma família. Na outra ponta, são 36.437 pessoas interessadas em adotar uma criança. Mas a conta não fecha porque existe um perfil que é buscado pelos pretendentes na hora de adotar: 14,55% só adotam crianças brancas; 58% aceitam apenas crianças até 4 anos de idade; 61,92% não aceitam adotar irmãos; e 61% só aceitam crianças sem nenhuma doença.

As pessoas que estão na fila para adotar, desejam crianças com perfis diferentes das que estão lá. Deste total que estão aguardando uma criança, apenas 4% dos pretendentes aceitam adotar crianças maiores de 8 anos, 83% das crianças são acima de 10 anos.

Fontes: Upsocl, Agência Senado, Observatório do terceiro setor

__

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você. Siga-nos também no Instagram e Youtube.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.