7 sinais de uma família tóxica

Portal Raízes

Apesar da abundância de amor que tantos de nós sentimos pelos membros da família, alguns de nós crescemos em famílias mantidas unidas por uma rede de comportamentos abusivos, críticos e manipuladores. Uma toxina é uma substância venenosa – e a família tóxica prospera em comportamentos e relacionamentos que permeiam a negatividade em todas as partes da sua vida.

Quão tóxica é sua família? Aqui estão alguns fatores potenciais a serem considerados.

1. Eles fofocam sobre você.

Uma família amorosa e apoiadora pode conversar sobre você quando você não está – muitas vezes para ver como eles podem te ajudar. A família tóxica passa o tempo fofocando sobre você – e seus outros irmãos. A fofoca costuma ser de natureza desagradável, com o objetivo de derrubar você (ou seu parceiro). Ser desagradável sobre membros da família com outros membros da família é o cerne de muitas famílias tóxicas.

2. Eles mexem com seus pontos fracos.

Quer você seja mãe ou irmão, conhecerá outras pessoas de sua família bem o suficiente para saber como elas funcionam – incluindo suas vulnerabilidades mais profundas. Membros tóxicos da família usarão o que sabem sobre suas vulnerabilidades mais profundas para fazer você se sentir mal consigo mesmo e, potencialmente, para te constranger na frente de outras pessoas.

3. Eles não permitem que você mude.

Famílias tóxicas são famílias restritivas. A menos que você tenha levado uma vida muito restrita, é muito improvável que seus valores aos 40 anos sejam os mesmos de quando você tinha 18 anos. Famílias tóxicas não são lugares de bondade e aceitação. Quer ser abertamente diferente do que é esperado? Esteja pronto para ser ridicularizado e humilhado, e esteja pronto para aprender a cortar os laços que te fazem mal.

4. Há muitas brigas internas.

As famílias tóxicas se tornam assim por uma razão, e muitas vezes essa razão depende de um dos pais (ou pais). Se um pai trata todos os seus filhos igualmente e distribui amor e afeto sem negar ou criar uma situação em que os filhos tenham que agir de uma certa maneira para pensar que são dignos de amor, é muito menos provável que haja inveja dos irmãos e ciúme. Quando os filhos precisam disputar a atenção dos pais e um deles se sente melhor ou pior do que os outros, isso leva a brigas internas e competição.

5. O comportamento abusivo é aceito ou mascarado.

O abuso dentro da família pode variar de abuso emocional a abuso físico e sexual. Dentro da família tóxica, o comportamento abusivo não é chamado pelo que realmente é. Em vez disso, você pode sentir que merece ser abusado. Pode ser que você seja instruído a manter silêncio sobre o abuso, a fim de preservar a reputação da família. O agressor é protegido dentro da família e tem permissão para se safar com seu comportamento.

6. Eles não vão deixar você sair da narrativa familiar.

Famílias tóxicas criam uma narrativa e não importa se você está dizendo a verdade – se ela não se encaixa na narrativa, você não tem voz. Digamos que você foi abusado fisicamente quando criança e seus irmãos sabiam do abuso. Como adultos, talvez seja conveniente para eles estarem próximos de seus pais por razões práticas. Quando você tenta discutir o que aconteceu com você quando criança, dizem que “não foi tão ruim” ou que você está inventando. Membros da família tóxicos criam narrativas que apoiam suas necessidades – mesmo que isso signifique mascarar um comportamento inaceitável do passado.

7. Eles são ambientes voláteis e imprevisíveis.

A família tóxica é mantida unida por fios fracos. As pessoas se usam. Eles jogam e manipulam. Você pode ser o favorito de alguém em uma semana e, na semana seguinte, descobrir que essa pessoa está dizendo coisas horríveis pelas suas costas. Essas bases fracas tornam a família tóxica um ambiente volátil e instável. Você não pode ficar tranquilo sabendo que os membros de sua família estão atrás de você, quando é provável que apunhalem você pelas costas.

Se você é membro de uma família tóxica, provavelmente fica cansado, chateado e confuso quando está perto deles. Se todas as suas tentativas de diálogo não derem certo, para o seu próprio bem, procure se afastar dos laços que te machucam, se for o caso que envolve crimes, denuncie.

Texto de Claire Jack, via Psychology Today, traduzido e adaptado por Thálitha Miranda, para Portal Raízes

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.