Quando dois amigos se envolvem romanticamente, alguns podem argumentar que eles sempre foram sexualmente atraídos um pelo outro. Ou se tornaram amigos simplesmente como uma estratégia para atingir um objetivo romântico. No entanto, estudos atuais mostram que 30% foram motivados por interesse romântico e desejo sexual… mas 70% não foram.

Um estudo realizado por Stinson do Canadá, sugere que o imaginário popular tende a “focar no romance que desperta entre estranhos”, mas uma grande parte dos casais românticos começam como amigos, e muitas pessoas que procuram o amor preferem os amigos como caminho para um romance mais duradouro e seguro.

A maioria dos casais românticos começam como amigos

Para saber quão comuns são os relacionamentos românticos com amigos em primeiro lugar, os pesquisadores realizaram uma meta-análise de sete estudos (N = 1.897) realizados em seus laboratórios entre 2002 e 2020.

A maioria dos casais românticos começou como amigos, mostraram os resultados, com a porcentagem de casais românticos que primeiro amigos varia de 40% a 73% (média ponderada de 68%). As porcentagens de iniciação de amigos em primeiro lugar também foram maiores em casais (particularmente aqueles com menos de 30 anos de idade) e em relacionamentos do mesmo sexo ou queer.

Por fim, 42% dos casais de amigos que se casaram relataram ter tido um relacionamento de amigos com benefícios. Novamente, isso foi ainda mais prevalente entre casais queer e do mesmo sexo.

Qual é a a melhor maneira de conhecer um potencial parceiro romântico?

As três principais respostas mais frequentes sobre a melhor maneira de conhecer um potencial parceiro romântico foram as seguintes: Amizades que se tornam românticas (47%), conhecer um parceiro em potencial através de amigos em comum (18%) e encontrar-se na escola, faculdade, ou universidade (18%).

Para comparar, apenas 0,3% escolheu ir a um encontro às cegas como a melhor maneira de conhecer um futuro namorado ou namorada ou cônjuge. Na verdade, ir a um encontro às cegas e usar um serviço de namoro online foram as respostas menos endossadas.

A amizade como estratégia de iniciação de relacionamento

Aqueles em um relacionamento romântico que foram amigos primeiro, também responderam a perguntas sobre a duração de sua amizade e suas intenções originais de iniciar a amizade.

Então, quais foram as razões por trás das intenções de amizade naqueles em um relacionamento romântico que foram amigos primeiro? Apenas uma pequena parcela relatou ter se sentido sexualmente atraído um pelo outro desde o início ou pretensão de usar a amizade como estratégia romântica:

  • Um dos dois sentia uma atração previa – 30%
  • Nenhum dos dois sentia uma atração previa (atração desenvolvida posteriormente): 70%

Em suma, como observam os autores, “a grande maioria desses estudantes universitários não entrou em suas amizades com intenções românticas ou atração”.

Amizade e namoro como uma via de mão dupla

Para colocar as descobertas revisadas em contexto vamos ver a visão do imaginário popular:

“A paixão e o desejo desencadeiam a interação inicial entre potenciais parcerias românticas e, em seguida, a intimidade baseada no interesse romântico e desejo sexual continuam a se desenvolver ao longo do tempo em conjunto com a intimidade baseada na amizade, ou seja, sentimentos de compreensão, calor, interdependência”.

No entanto, os achados discutidos aqui fornecem menos suporte para essa visão e mais suporte para a visão que argumenta que a relação entre amizade e amor é uma via de mão dupla. Isso significa que, às vezes, que a intimidade baseada na amizade se desenvolve entre dois amigos ao longo de meses ou anos antes de começarem a experimentar interesse romântico e desejo sexual para cada um.

É hora de apostarmos mais em amizades do que no estigma de que o homem deve demonstrar atração física primeiro

Portanto, precisamos questionar a visão de que a única maneira pela qual a intimidade pode se desenvolver é como resultado de um homem expressar sua atração romântica e paixão sexual por uma mulher (em relacionamentos heterossexuais). Em vez disso, a iniciação romântica de amigos, seja iniciada por um homem ou uma mulher, parece ser bastante comum. Os dados mostram que tornar-se amigo primeiro é frequentemente considerado a melhor maneira de iniciar um relacionamento romântico duradouro e estruturado na confiança e respeito.

Da redação de Portal Raízes. Traduzido e adaptado a partir da edição do neuropsicólogo, Arash Emamzadeh, colunista da Psychology Today.

RECOMENDAMOS






As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.