“Vivendo as cores” foi assim que Ana Furtado descreveu sua experiência, pela primeira vez, com ajuda de um óculos para daltônicos, a apresentadora pôde ver as cores como elas são e não conteve sua alegria.

“É assim que vocês veem o mundo?”, perguntou ela no vídeo compartilhado em seu instagram. No vídeo, Ana está em um parque na Disney. Feliz, ela se derrama em lágrimas ao ver as cores verde, marrom e vermelho pela primeira vez. “Que experiência indescritível”, ela escreveu.

Ao colocar o óculos sua cara de choque é visível e encantadora, logo em seguida ela cai na risada “Nossa, que incrível que o mundo é”.

Sobre a doença

O daltonismo não tem cura e é uma doença rara para mulheres já que apenas 3% das pessoas com daltonismo são do sexo feminino. No mundo inteiro, cerca de 10,5 milhões de mulheres sofrem com a condição.

Veja o vídeo:

__

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você.

RECOMENDAMOS






Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.