Pessoas que cantam no banho são mais felizes, segundo estudo

Thalitha Miranda

Para cantar no chuveiro não é necessário ter a voz de Whitney Houston ou Freddy Mercury, é igualmente benéfico assim. Na verdade, é mesmo provável que você tenha percebido que sua voz pareça mais bonita, isso porque a acústica do banheiro é perfeita para um pequeno show privado.

Os azulejos nas paredes não absorvem o som, o que significa que sua voz ecoa antes de sumir completamente. Estima-se que, no banheiro, as ondas sonoras possam vibrar cerca de 100 vezes por segundo. Portanto, você pode ouvir sua voz por mais tempo do que em uma sala normal.

Além disso, uma vez que os banheiros são geralmente espaços pequenos, a voz adquire um som mais profundo e melhora os tons baixos, o que a faz parecer mais poderosa. Essa comunhão de fatores é o que faz sua voz mais bonita enquanto você canta no banho. No entanto, os mais interessantes não são os efeitos sonoros que podem alimentar seu ego fazendo você acreditar que você é um bom cantor, mas as vantagens incríveis no nível psicológico desse simples ato.

Melhora seu humor

Não importa se você canta no banho no início da manhã antes de ir ao trabalho ou quando você chega em casa durante a noite, em qualquer caso, a música pode melhorar seu humor. Quando você canta, seu cérebro lança endorfinas, neurotransmissores ligados ao relaxamento que também reduzem a percepção de dor.

Cantar também promove a liberação de dopamina, um neurotransmissor que gera uma agradável sensação de prazer e satisfação. A chave é que a música atua diretamente no sistema límbico, especialmente na amígdala, a estrutura responsável pelo processamento das emoções. Portanto, cantar é uma excelente estratégia para contornar o controle dos lobos pré-frontais que nos mantêm preocupados e em tensão, a fim de aliviar as tensões e o estresse, atingindo um estado de relaxamento.

Diminui o nível de cortisol, o hormônio do estresse

Um estudo realizado na Universidade Tsurumi revelou que o canto é uma atividade perfeita para sincronizar funções vegetativas, como pressão arterial, respiração e frequência cardíaca. Esses pesquisadores pediram aos participantes que cantassem três músicas seguidas, por pouco mais de 3 minutos.

Após esse tempo, eles novamente mediram seus sinais vitais, levando amostras de saliva e sangue. Eles descobriram que houve uma diminuição da pressão arterial, frequência cardíaca e ritmo da respiração. Além disso, eles apresentaram níveis mais baixos de cortisol no sangue, o hormônio do estresse. As pessoas também relataram sentir-se mais à vontade e relaxadas.

Facilita a respiração profunda esvaziando a mente das preocupações

A respiração é uma função fundamental que tendemos a negligenciar. Normalmente, respiramos superficialmente e rápido, o que não facilita a oxigenação. Ao cantar esse processo é revertido, geralmente respiramos profundamente, o que melhora a oxigenação em todos os níveis do organismo.

Quando você adiciona o efeito da água, que tem uma ação revitalizante, podemos entender porquê um chuveiro pode se tornar tão regenerativo. Na verdade, alguns pesquisadores chegaram a equiparar os benefícios psicológicos e físicos do ato de cantar sob o chuveiro com os efeitos da meditação. Não é estranho, porque quando cantamos em um ambiente onde nos sentimos confortáveis ​​e sabemos que ninguém vai nos julgar, simplesmente aproveitamos e esvaziamos nossas preocupações.

 

Texto de Rincón de La Psicología traduzido por Portal Raízes

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Thalitha Miranda
Thálitha Miranda, 21, libriana, co-produtora do Portal Raízes há dois anos.