Por que alguns casais ficam juntos mesmo não se amando mais?

Portal Raízes

Quando os sentimentos desaparecem, o que faz alguns casais não se separarem?

Há casais que se apaixonam e fazem seus sentimentos durarem por toda a vida. E há aqueles que permanecem juntos sem se amarem.

Para aqueles que muitas vezes se perguntam como chegaram a esse ponto, o jornal britânico Current Psychology listou as razões pelas quais alguns casais preferem envelhecer juntos, mesmo que eles não se amem mais. Resultado? Geralmente casais de longas datas, ou aqueles que investiram em bens comuns (como imóveis) são os que geralmente ficam juntos, mesmo quando o amor não está mais lá.

Segundo os pesquisadores responsáveis ​​pelo estudo, a principal razão pela qual esses casais que não se amam permanecem juntos é chamado de “O Efeito do Custo Irrecuperável”.

O Sunk Cost Effect (O Efeito do Custo Irrecuperável) é um conceito bem conhecido na psicologia e refere-se à tendência de alguns indivíduos a continuar com comportamentos que não levam ao sucesso, situações ou projetos nos quais já investiram dinheiro, tempo ou esforços, mesmo que não o desejem mais ou que não vale a pena o esforço.

Outros fatores que podem levar casais que não se amam mais a permanecerem juntos são: a esperança de que um dia voltem a se amar, sentimento de medo e insegurança (frente a mudança de vida que deverão encarar diante da separação), acomodação devido ao longo tempo juntos, estabilidade financeira, filhos, e até mesmo um sentimento de culpa (como o sentimento de estar abandonando a pessoa que um dia amou tanto).

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.