“Antes o outro aborrecido do que eu”

Portal Raízes

“Você vai aceitando as coisas de que não gosta pela compensação daquelas de que você gosta, sabendo de antemão que as infelicidades causadas pelas coisas que você não gosta são mais frequentes do que as alegrias das coisas que você gosta.

Assim, em detrimento de seu amor próprio, você segue orbitando numa perspectiva ilusória e fragmentada de um ‘bem me quer, mal me quer’. E você começa a dar ouvidos aquela voz na sua cabeça que diz que você nunca será boa o bastante se não for capaz (a qualquer custo) de segurar um homem. Ignore essa voz. Ignore-a, e ela silenciará. Todos os dias, logo pela manhã, verbalize, em tom suficiente de voz, 5 coisas positivas sobre si mesma.

E é a esta voz – a voz do seu Poder Superior – que deve escutar. Somente esta, nenhuma outra. E eu sou capaz de apostar que essa voz vai lhe dizer com bravura: É preciso muita coragem para amar-se acima de tudo. Para praticar o ‘antes o outro aborrecido do que eu’.

Parece egoísmo, mas é amor próprio. Você sabia que o amor próprio está nos 10 mandamentos? Sim, quando nos orienta à amar o próximo como a nós mesmos e não o contrário. Ou seja, cuidarmos de nós em primeiro lugar. Porque, afinal de contas, quem viverá para todo sempre com você, aceitando e cuidando de você, além de você mesma?”.

Este texto é de autoria da escritora, psicopedagoga e psicanalista Clara Dawn. É proibida a reprodução parcial, ou total, sem sua prévia autorização.(Lei Nº 9.610 de 19 de fevereiro de 1998).

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.