Claudia Raia posa para revista e inspira sobre relação com o corpo: ‘Não posso ser sexy?’

Portal Raízes

A atriz Claudia Raia levantou debate acerca de sexualidade após a maturidade. Em participação no programa ‘Se Joga‘, vespertino da Rede Globo, Claudia debateu diversos temas como a sua relação com seu corpo e sexualidade, especialmente após a divulgação de um ensaio para a revista Ela, em que Raia aparece nua nas fotos.

“Essa foto foi para falar sobre a mulher [aos 50 anos]. Não era apenas uma foto nua. No mundo inteiro, mulheres nessa idade são capas de revista dessa forma e aqui não. Afinal, por que uma mulher de 50 anos não pode fazer uma foto sexy? Por que uma mulher nessa idade não pode ter desejo?”, afirmou Cláudia durante a entrevista.

Sobre envelhecer

“Não tenho medo, acho bacana. Estou aprendendo a envelhecer, é um aprendizado. É assim a vida, vamos olhar as coisas boas que a maturidade traz. Medito há pouco tempo. Faço Ioga há pouco tempo, mas mais que tudo é a minha alegria. Não consigo viver a vida menos feliz do que eu sou”.

Claudia Raia ainda revelou um forte vontade de criar um programa para falar com mulheres da sua idade. “Tive a ideia do canal para mulheres de 50 porque sonhava em ter um programa para conversar com as pessoas. A apresentadora madura, que tem glamour, é engraçada e popular, foi embora com a Hebe. Fiquei com vontade de ser essa pessoa. No Brasil, a mulher ‘morre’ quando faz 40 anos e só renasce aos 80, 90, quando vira a velhinha fofa. A mulher do meio não existe, nem na publicidade nem na casa das pessoas. Mas ela é muito potente: os filhos estão criados e a carreira, estabelecida. Por isso, não é bem vista num país machista”.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.