Com qual cor você pintaria a felicidade? Veja o que a sua escolha revela

Portal Raízes

Por que a cor é uma força tão poderosa em nossas vidas? Que efeitos isso pode ter sobre nossos corpos e mentes? Embora as recepções psicológicas da cor são subjetivas, existem alguns efeitos de análise universal.

Em 1666, o cientista inglês Sir Isaac Newton descobriu que quando a luz branca pura passa por um prisma, ela se separa em todas as cores visíveis. Newton também descobriu que cada cor é composta de um único comprimento de onda e não pode mais ser separada em outras cores. Outras experiências demonstraram que a luz poderia ser combinada para formar outras cores. Por exemplo, luz vermelha misturada com luz amarela cria uma cor laranja. Algumas cores, como verde e magenta, cancelam-se mutuamente e resultam em uma luz branca.

A psicologia das cores

A Psicologia das Cores é um estudo que busca compreender o comportamento humano em relação às cores. Dessa forma, essa área da psicologia analisa e define quais os efeitos que cada cor gera nas pessoas, como mudanças nas emoções, nos sentimento, a criação de desejos e muito mais.

“Dada a prevalência da cor, seria de esperar que a psicologia da cor fosse uma área bem desenvolvida. Surpreendentemente, pouco trabalho teórico ou empírico foi realizado até o momento sobre a influência da cor no funcionamento psicológico, 1 e o trabalho realizado foi impulsionado principalmente por preocupações práticas, não por rigor científico”, observaram os pesquisadores Andrew Elliot e Markus Maier.

Para você, se a felicidade tivesse cor qual seria? 

Pesquisadores e especialistas fizeram algumas descobertas e observações importantes sobre a psicologia da cor e o efeito que ela tem sobre os humores, sentimentos e comportamentos. Entretanto, os seus sentimentos sobre a cor geralmente são profundamente pessoais e estão enraizados em sua própria experiência de vida, sua cultura, sua religiosidade, sua visão política e etc. Outrossim, nossas escolhas não revelam apenas nosso contexto existencial explicito, revelam também nuances de nosso inconsciente. Para você, se a felicidade tivesse uma cor, qual seria? Veja o que a sua resposta diz sobre você:

Vermelho, laranja e Amarelo

Se você escolheu uma destas 3 cores, felicidade para você é uma existência cheia de: paixão, vitalidade, sucesso, liberdade, desejo, sensualidade, boa autoestima, energia e excitação, calor, descontração, otimismo, alegria, prosperidade financeira, criatividade, riqueza material, pensamentos e atitudes positivas. A infelicidade seria: o nervosismo por causa das pressões financeiras, a irritabilidade constante, o estresse diário, a ansiedade pela falta de expectativas e o desconforto diante de situações em que não detém o controle.

Azul, Roxo, Rosa e Verde

Se você escolheu uma destas 4 cores, felicidade para você é uma existência cheia de: tranquilidade, serenidade, harmonia, criatividade, misticismo, introspecção, espiritualidade, leveza, ternura, beleza, afetuosidade, compreensão, romantismo, amor, esperança, liberdade de pensamento, saúde, vitalidade, renovação, juventude, equilíbrio, plenitude de espírito e livre de medos e inquietações. A infelicidade seria: lidar com a frieza e a indiferença das pessoas, experimentar a monotonia, a depressão e um estado profundo de desesperança e ausência de paz.

Branco, Preto e cinza

Se você escolheu uma destas 3 cores, felicidade para você é uma existência cheia de: discrição, elegância, sofisticação, estabilidade emocional, rotina pragmática, compostura, solidez, sutileza, maturidade, responsabilidade, eficiência, paz, pureza, limpeza, espiritualidade, libertação, elegância, dignidade, luxo, respeito, equilíbrio interior, virtude e o amor a Deus. A infelicidade seria: enfrentar o luto, a depressão, a solidão, se ver numa situação vexatória, ter a sua vida exposta, ridicularizada, desmoralizada.

Da redação do Portal Raízes

__

Se você gostou da receita, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você. Siga-nos também no Instagram e Youtube.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.