Como não absorver a energia negativa dos outros?

Portal Raízes

As pessoas geralmente transmitem “energia negativa e positiva”, mas muitas vezes somos incapazes de detectar com que tipo de energia estamos lidando.

Algumas pessoas com quem vivemos costumam emitir apenas energia negativa e nós a absorvemos sem perceber, o que tem repercussões que nos afetam. É por isso que neste artigo vamos dizer-lhe como parar de absorver a energia negativa dos outros.

Não absorva a energia negativa dos outros:

1. Não fique apegado

Muitas vezes acontece que um de seus amigos mais queridos reclama amargamente sobre algo que seu parceiro fez com ele. Enquanto você se desgasta para dar o melhor conselho da sua vida, logo no dia seguinte eles se reconciliam e seguem como se nada houvesse acontecido.

Para evitar situações como essa, aprenda a ouvir e confortar seus amigos e entes queridos, mas sem ser pego em suas emoções. Não se deixe ser infectado por sua negatividade e não sinta o que eles compartilham como se isso tivesse acontecido com você.

2. Aprenda a identificar aqueles que apenas procuram atrair atenção

Geralmente, quando alguém compartilha um problema com você, é porque é uma situação real que os afeta. Mas muitas vezes, o que as pessoas que reclamam para você estão realmente procurando é chamar sua atenção e se tornar vítimas para que você tenha pena delas.

Esses tipos de pessoas tóxicas são caracterizadas por sempre ter algo de que se arrepender. Quando eles vêm até você para desabafar, eles inconscientemente transmitem sua energia ruim (se você permitir). Por mais que você os escute e os aconselha, eles nunca arranjam uma solução para os problemas que os dominam, e eles sempre chegam até você com o mesmo drama.

3. Vale a pena se recusar a ouvir mais e mais problemas

Não se trata de egoísmo ou falta de empatia, mas de colocar o seu próprio bem-estar em primeiro lugar.

Se você já detectou que uma pessoa sempre procura por você para desabafar sua negatividade, mas não faz nada para consertar as situações que a provocam, é muito válido que você se recuse a ouvir, ou pelo menos tente, toda vez que a pessoa procurar por você.

4. Relacione-se com pessoas positivas

Evite se relacionar apenas com aqueles que constantemente reclamam e sempre têm um novo drama. Sua empatia e boas vibrações podem se tornar um ímã para esses tipos de pessoas, mas aprenda a estabelecer limites.

E acima de tudo, tente cultivar amizades com pessoas positivas e otimistas, cercar-se de pessoas que sabem ver o lado bom da vida e que compartilham com você mais alegrias do que problemas.

5. Nunca se esqueça de si e da sua saúde emocional

Muitas pessoas se temem e fogem da solidão, mas isso é bom e necessário para estar consigo mesmo, para se conhecer melhor, para reconhecer suas necessidades emocionais e dedicar tempo para fazer o que você gosta.

Tente passar algum tempo sozinho, seja para meditar, praticar alguma atividade física, entrar em um spa, praticar seus hobbies, ler um bom livro ou cozinhar algo delicioso.

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você.

Texto de El librero de Gutenberg, traduzido e adaptado por Portal Raízes

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.