Felix Gretarsson, 49 anos, da Islândia, foi a primeira pessoa no mundo a fazer um transplante duplo de braços. Ele teve os braços amputados depois de ser eletrocutado no trabalho em 1998, mas há 16 meses, graças à cirurgia, está evoluindo satisfatoriamente.

Após uma longa busca, Gretarsson encontrou o cirurgião Jean-Michel Dubernard que o convenceu a realizar o primeiro transplante duplo de braço e ombro em janeiro de 2021. Desde então, o avô, que tem dois filhos, surpreendeu os médicos com seu incrível progresso: desde escovar os dentes, dirigir e jogar bolas para seu cachorro até fazer exercícios na academia e correr. E o melhor de tudo, atualmente Felix pode abraçar, sempre que quiser a sua filha Dilja de 24 anos e seus netos. O que ele jamais pensou que poderia fazer.

“Depois de vê-los como bebês chorando e ser incapaz de segurá-los, foi indescritível abraçá-los. Os braços até os pulsos parecem bem presos e posso senti-los, cada parte da mão. Esta manhã, eu coloquei minha mão para fora da janela e senti o vento, foi muito estranho”, contou Felix Gretarsson.

Você pode acompanhar essa história comovente e repleta de superação, na conta de Gretrsson no Instagram. Confira:

RECOMENDAMOS






As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.