Elton John perde a voz, deixa o palco chorando e revela que está doente

Portal Raízes

Quando a gente ama o que faz, qualquer coisa que nos impeça ou nos atrapalhe de fazê-lo é motivo de dor angustiante. Para um cantor, perder a voz durante o show pode ser um desastre doloroso.

A estrela da música Sir. Elton John precisou interromper um show que realizava em Auckland, na Nova Zelândia, neste domingo, após perder a voz e ficar em lágrimas. Enquanto os fãs o aplaudiam de pé, foi escoltado para fora do palco.

O artista revelou estar doente em seu Twitter e Instagram, dizendo que estava “profundamente chateado e arrependido” por sua performance, agradecendo pelo apoio. “Quero agradecer a todos que compareceram ao show do #EltonFarewellTour em Auckland hoje à noite. Fui diagnosticado com pneumonia atípica hoje cedo, mas estava determinado a dar a você o melhor show humanamente possível”.

Elton aos 72 anos, recentemente vencedor do Oscar de melhor canção original com “(I’m Gonna) Love Me Again”, realizava o show como parte da sua turnê mundial de despedida.

Pneumonia atípica é um termo médico que descreve um caso leve da doença, de acordo com a American Lung Association. Ela é causada por bactérias e vírus e seus sintomas incluem febre, dor no peito, tosse e dor no peito – semelhante ao resfriado, mas os pacientes geralmente conseguem continuar as atividades diárias.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.