Empresária faz ensaio de fotos para celebrar divórcio no Maranhão

Portal Raízes

O “Enfim… Divorciada!” escrito no cartaz que a empresária Carol Dourado segurou após assinar os documentos do divórcio com o ex-marido, em frente ao Fórum Desembargador Sarney Costa, em São Luís, descrevem bem o sentimento da maranhense que diz ter vivido em um relacionamento abusivo durante os dois anos em que foi casada.

Com balões de coração e vestida de branco, as fotos e vídeos que Carol gravou para celebrar a separação viralizaram nas redes sociais. “Esse post foi pensado há muito tempo, estava esperando só sair o meu divórcio, não foi um marketing gratuito, até porque foi um processo bem longo e arrastado por diversos motivos. Esse casamento foi uma experiência muito intensa e engrandecedora, gosto de dizer que adquiri, em dois anos, uma experiência de 200 anos”, disse a empresária. As informações são do G1.

“Às vezes, as mulheres estão inseridas nesse relacionamento, mas não conseguem identificar porque a sociedade não quer que elas conversem entre si a respeito desse assunto. É muito cômodo para a sociedade que as mulheres, em maioria no mundo, fiquem caladas, submissas, somente aceitando as leis feitas por homens. Quero que as mulheres compartilhem essas experiências, não desejo isso para nenhuma mulher. Quando você sofre de dependência emocional, psicológica e financeira, ter o apoio de outras pessoas te ajuda a sair disso”, explica a empresária.

Carol Dourado diz que espera que a repercussão ajude a chamar a atenção para os problemas que as mulheres vivem em relacionamentos abusivos.

__

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você. Siga-nos também no Instagram e Youtube.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.