Estudo comprova: mão do homem não cai se ele também lavar louça

Portal Raízes

Após milhares de anos, longas pesquisas, estudos e testes, um mito sobre uma tarefa que está presente em todos lares do mundo foi desmentida: A mão do homem não cai se ele lavar a louça.

Cientistas comprovaram, após 3 meses de pesquisas, investigações, acompanhamentos e testes, que homens não correm o risco de perder a mão lavando louça.

O estudo foi realizado com homens de 12 à 80 anos, no total, 4.390 homens participaram forçadamente em diversos lugares e situações. Eles lavaram muita louça suja, copos e pratos em média de 13 minutos. Ninguém morreu, perdeu a mão ou nem mesmo um dedo. A pesquisa foi acompanhada por companheiras, esposas, mães e namoradas dos participantes, tudo foi filmado e registrado.

Agora as mulheres já podem pedir para que lavem a louca sem medo de que eles voltem sem uma das mãos, pois o estudo comprovou que a chance de um homem perder a mão lavando louça é de apenas 0,00000000021%.

Este estudo, é claro, é uma brincadeira, mas é verdade que muitas mulheres vivem a pressão de ter que fazer todos os afazeres domésticos sozinha, este “estudo” retrata um apelo, e a necessidade que os homens se façam mais presentes e tenham mais consideração com suas parceiras (ou quem quer que seja a pessoa com quem divide a casa) afinal, o estudo pode ser brincadeira, mas realmente não custa nada cumprir sua parte nas obrigações domésticas.

Compartilhem esse artigo com pais, filhos, companheiros, amigos, maridos e namorados, para acabar com o mito que tarefas de casa não são obrigação deles também.


Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.