Gato que tinha duas casas, dois nomes e duas donas é desmascarado

Portal Raízes

Muitas vezes nossos gatinhos são bem rueiros, não há nada que os façam permanecer em casa o tempo inteiro, mas não imaginamos que nessas saídas ele possa estar tendo outra família.

A história de Pixi é bem assim. Ele é um lindo gatinho cinza que chegou ainda filhote à casa de Mary Lore Barra, no México. Mas Pixi também atende por Huarache quando está na sua segunda casa, sendo mimado pela sua segunda dona. Esta é uma impressionante história sobre um felino que é mestre na arte da enganação.

O felino foi acolhido por Mary há cerca de dois anos, quando ainda era um doce filhotinho lutando para sobreviver. Como amante dos animais, ela o adotou e lhe deu tudo o que um gato poderia querer: conforto, comida e carinho.

Mas Pixi não demorou a revelar sua natureza aventureira. Logo ele começou a pôr as garrinhas de fora, indo e vindo da casa de Mary quando bem entendesse. E foi justamente após uma dessas viagens que começaram as suspeitas sobre a vida dupla do bichano.

Pixi voltou com uma coleira que Mary nunca tinha visto, além de estar visivelmente mais gordo. Então ela se decidiu a desmascarar o gato falsário e armou um plano.

Mary escreveu um pequeno bilhete na coleira do gato. “Meu nome é Pixi, o gato. Eu acho que tenho duas casas haha”

E assim o gato saiu pelo seu passeio costumeiro carregando o bilhete da sua dona número 1, sem saber que a casa para ele começava a cair.

Quando ele voltou, tinha um segundo bilhete. “Aqui ele se chama Huarache. Parece mesmo que ele tem duas casas haha. Saudações!”

Apesar de desmascarado, pouca coisa mudou na vida de Pixi, como contou Mary para uma matéria do site The Dodo, em 24 de outubro. “Eu disse a ele: ‘Conheço seu segredo’”, afirmou ela.

As duas famílias agora compartilham mensagens e avisam quando levam Pixi/Huarache para o veterinário. E provavelmente diminuíram a quantidade de comida para o bichano.

Com informações de R7

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.