Photografia by Bruce Mars

4 coisas que você precisa ignorar para ser feliz

Portal Raízes

Estamos em um aprendizado contínuo de como ouvir melhor os outros e deixar de ser egoísta para querer ser ouvido apenas por nós mesmos. Mas o que acontece quando essa escuta ativa começa a nos ferrar? O que acontece quando começamos a ser infelizes? Há situações e pessoas em nossa vida que nos desequilibram, pessoas tóxicas que nos contaminam e acabam infectando-nos com suas energias e emoções negativas. Você sabe como mudar isso? Ignorando. Você precisa aprender a ignorar estas 4 coisas para seguir adiante e ser feliz.

As 4 coisas que devemos ignorar

Devemos selecionar certas coisas e ignorá-las por um tempo ou, se necessário, para sempre com o intuito de manter a paz de espirito e experienciar com isso, um pouco de felicidade. Para fazer isso, você deve levar em conta ignorar estas 4 coisas:

1 – As críticas destrutivas que são lançadas apenas para prejudicá-lo, impedi-lo de crescer e humilhar sua autoestima. Se você identificou a pessoa ou pessoas que lançam críticas destrutivas , aprenda hoje a ignorá-las. Confie em si mesmo, fortaleça sua segurança e não deixe que isso afete o que você sabe que não é verdade e só tem o objetivo de prejudicá-lo.

2 – As comparações inúteis. Todos sabemos que as comparações são odiosas e que muitas pessoas adoram comparar. Mas isso é possível? Cada pessoa é diferente, comparando-nos é totalmente inútil. Se alguém o compara, ignore e fique longe! Você é único e você não merece comparações manipuladoras.

3 – Preocupações que ocupam seu tempo e seus pensamentos. Preocupe-se com o que realmente merece suas preocupações e pelo que não é! Forca seu olhar positivo e não se preocupe em vão. A solução há de surgir. Lembre-se todos os dias do que Guimarães Rosa nos ensinou: é só aos poucos que o escuro fica claro.

4 – A culpa errada: aquela que te lançam e você assume como sua. É realmente culpa sua ou é o que você quer acreditar? Às vezes, acreditamos que somos pessoas más, que o erro foi só nosso, que a responsabilidade inteira é nossa, mas porque é isso que os outros nos fazem acreditar com o desejo de nos manipular e tirar a responsabilidade deles. Não caia nessa armadilha, libere-se de falsas falhas.

Estas são as principais coisas que devemos aprender a ignorar a partir de hoje, as coisas que nos atormentam e que na realidade, às vezes, são o resultado de pessoas que só querem nos prejudicar.

Aprenda a ouvir seu diálogo interno

Às vezes, prestamos muita atenção ao que os outros nos dizem e não sabendo discernir entre o que devemos ouvir ou não nos faz criar mentiras que visem nos manipular.

Aprenda a confiar em si mesmo, aprenda a ouvir seu diálogo interno, seu amor próprio, seu coração. Se você se conhece, nenhuma opinião externa será capaz de prejudicá-lo. É hora de dizer adeus a todas as falhas que você realmente não deveria se sentir culpado porque não existe.

É muito fácil fazer com que alguém que já está para baixo, se sinta culpado até por erros que lhe confere. Além disso, sempre tendemos a acreditar que erramos mesmo quando não foi bem assim. Os que se dão ao hábito de acusar, causam-nos o mal estar constante de que toda a responsabilidade da coisa ter errado foi culpa nossa. Confie em você, conheça-se. Você está realmente carregando algo que não pertence a você. E além do mais, certo ou errado, águas passadas não movem moinho.

Descubra qual é a fonte de todo esse desconforto, porque só descobrindo você poderá acabar com isso. Comece a confiar em si mesmo e faça ouvidos surdos às palavras que só vêm com para a destruição de sua paz interior. Quando você aprender a ignorar estas 4 coisas estará próximo da felicidade.

Tradução e livre adaptação de Portal Raízes.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.