Menopausa e pressão estética: Michelle Obama fala sobre saúde da mulher

Portal Raízes

O corpo da mulher passa por diversas mudanças ao longo da vida, somos apresentadas desde crianças, inconscientemente, à busca pelo corpo perfeito. A pressão estética aumenta a cada aniversário, desde crianças, quando passamos a não gostar de uma parte ou outra, até mais velha, com todos os desequilíbrios hormonais da menopausa.

No último episódio de “The Michelle Obama Podcast”, a ex-primeira dama dos Estados Unidos convidou a ginecologista e obstetra Sharon Malone para discutir sobre questões de saúde feminina.

Durante o diálogo, a esposa de Barack Obama falou sobre a importância de conversar com as filhas sobre sexualidade e criticou os padrões estéticos que são impostos às mulheres. Ela relembrou o período em que Shasha, 19, e Malia, 22, eram adolescentes e ainda estavam descobrindo sobre si mesmas. A mãe dizia: “Não quero que aprendam sobre seus corpos e sobre sexo com outra criança de 12 anos. Nenhum de vocês sabe do que está falando. Vocês têm 12 anos, venham me perguntar”, fazendo questão de deixá-las confortávei para falar sobre o assunto.

“Quando você pensa em tudo o que o corpo de uma mulher tem que fazer ao longo de sua vida… Por exemplo, estar preparado para dar à luz e então ter todo o sistema reprodutor desligado na menopausa. Há poder nisso, nos altos e baixos e nas mudanças hormonais. Mas fomos ensinadas a ter vergonha disso e nem entender completamente os processos”, opinou.

Ela disse ainda que pensar em passar pela menopausa a fez refletir sobre o que a saúde significa para as mulheres em geral. E reforçou que ainda existem mensagens conflitantes com relação ao assunto, principalmente envolvendo os números da balança, onde ser magra e ter saúde são coisas completamente diferentes.

“Você conhece uma mulher que está feliz consigo mesma?”, provocou Michelle, acrescentando que a busca pelo aperfeiçoamento constante da própria imagem “é uma maneira exaustiva de viver”.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.