Morreu no fim da madrugada desta quarta-feira (21) o ator Pedro Paulo Rangel, o intérprete do apaixonadíssimo Calixto da novela O Cravo e a Rosa.  A notícia foi confirmada pela família. O artista de 74 anos estava internado no CTI da Casa de Saúde São José, na Zona Sul do Rio, para tratar uma descompensação do quadro de enfisema pulmonar, desde o dia 30 de novembro. A causa da morte ainda não foi divulgada. As informações são do G1.

Entre os trabalhos mais marcantes de Pedro Paulo estão as novelas “Gabriela”, “Saramandaia”, “Vale Tudo”, O Cravo e a Rosa, “Pedra Sobre Pedra”, “Vale Tudo”, “A Indomada”,  e “Belíssima”, além de seriados e minisséries, como “A Muralha”, “Você Decide”, “A Diarista”, “Os Aspones” e “Sob Nova Direção” e humorístico “TV Pirata”.

Nascido no Rio de Janeiro em 29 de junho de 1948, Pedro Paulo Marques Rangel era morador do Rio Comprido, na Zona Norte da cidade, quando teve o primeiro contato com o teatro, aos 11 anos. Fascinado com a descoberta, decidiu ser ator. Foi nessa época que escreveu uma peça para que pudesse atuar: “Quando os Pais Entram de Férias”. Assista abaixo uma das muitas cenas icônicas de O Cravo e a Rosa:

RECOMENDAMOS






As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.