“Não jogue sobre o seu corpo frustrações que não cabem a ele”

Portal Raízes

A jornalista e produtora de conteúdo Ju Romano, um dos nomes mais influentes do movimento #bodypositive no Brasil, falou à Marina Santa Helena em sua coluna na Universa, sobre estar em paz com o espelho mesmo em tempos de pandemia. Confira:

“Absolutamente tudo mudou. Rotina, comida, até o jeito de a gente se vestir, com a chegada das máscaras nos nossos looks. Como não esperar que nosso corpo mude também? E por que a gente foca no corpo?”, questiona. “Estamos todos muito fragilizados, mas temos que acompanhar ‘piadinhas’ na internet sobre corpos gordos. É opressor! Pessoas estão morrendo e tem gente se preocupando com a gordura”.

“Eu sou uma mulher gorda, então o meu processo de desconstrução se deu mundo em torno do meu corpo gordo, mas o movimento body positive é para todos. Desde sempre somos ensinadas a inferiorizar e diminuir nosso corpo, e isso não ajuda a ninguém, só serve ao mercado que ganha dinheiro sobre a nossa infelicidade e satisfação corporal”.

“É um momento de olhar para dentro, analisar o que você gosta em si. Esqueça um pouco seu corpo e pense sobre a sua vida, cada aspecto dela, carreira, filhos, relacionamentos. Perceba onde estão os vazios e como você pode preenchê-los. É muito comum a gente transferir para o corpo uma insatisfação emocional que está em outro aspecto da vida, como um relacionamento tóxico, por exemplo. Faça uma limpeza emocional. Se puder fazer terapia melhor ainda, mas olhe para sua vida com racionalidade para não jogar sobre o seu corpo frustrações que não cabem a ele”.

Em sua conta no Instagram a jornalista enfatiza a importância de se fazer as pazes com espelho de amar cada detalhe do seu corpo, pois cada um deles conta a sua história:

“As vezes a gente tem que se reconectar consigo mesma, pensar no que já foi e no que ainda quer que venha a ser, sem deixar de apreciar o que é no momento. Cada pedacinho do corpo conta nossa história, nossas lutas e sucessos. As vezes eu só queria me dar um abraço e dizer: você resistiu até aqui, você é uma vencedora, sim, e eu tenho orgulho de você”.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.