O amor nunca deve ser uma desculpa. Não deve ser uma desculpa para controlar o outro. Limitar. Gerar culpa. Manipular… O amor é livre ou não é. O amor não é medido, ele é sentido.

O amor não é uma competição. Não conquistamos o afeto de alguém amando-o mais, mas amando-o melhor. Amar melhor significa abrir-se para aquele mar de pequenos detalhes qualitativos que enriquecem uma relação para além dos termos restritos de “muito” ou “pouco”.

Amar melhor significa ser capaz de desativar nosso ego para permitir que a outra pessoa nos ame com total liberdade. Amar melhor significa apoiar o crescimento do outro, incentivando-o a voar com as próprias asas. Amar melhor significa abrir espaço para a espontaneidade e a autenticidade, em vez de querer controlar tudo.

O amor maduro é aquele que se oferece gratuitamente e que respeita a liberdade do outro, para que cada projeto pessoal tenha um lugar na relação. Implica reconhecer que conectar-se emocionalmente com alguém não significa ter poder ou direitos sobre essa pessoa.

Trecho extraído de Rincón de la Psicología, escrito por Jennifer Delgado, traduzido e adaptado por Portal Raízes

RECOMENDAMOS






Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.