Sorvete de vinho promete refrescar e aquecer ao mesmo tempo. Dois prazeres em um

Portal Raízes

Esta receita teve origem na Argentina, e é conhecida por ser bem vinda em todas as estações do ano, no verão refresca, no inverno aquece. O criador, Ricardo Miranda se estabeleceu há 25 anos na cidade de Cafayate, um dos pólos de enoturismo no norte do país, e instalou uma sorveteria onde passou anos aperfeiçoando a receita de sorvetes.

Hoje, o Miranda Ice Cream é uma obrigação para todos os turistas que visitam a área de Salta, famosa por seu grande número de vinhedos e solos férteis. A popularidade do sorvete de vinho é tal que todos têm sua própria receita e, embora o vinho também seja oferecido em formato alfajores e até mesmo spas, o sorvete ainda ocupa o primeiro lugar entre os favoritos.

Existem dois tipos de sorvete de vinho: o primeiro é o vinho branco, feito com uma variedade chamada Torrontés. E como o vinho branco é muito frio, é muito mais incorporado e preservado no sorvete. Por outro lado, existe o sorvete de vinho tinto cabernet, que, embora perca um pouco de sua amargura característica quando incorporado ao sorvete, ainda é um dos mais refrescantes e favoritos.

O melhor de tudo isso é que a receita poderia ser expandida para outras regiões vinícolas da América. Quem apoia um sorvete desses no Brasil? que une o delicioso frescor do sorvete com a elegância de um bom vinho.

Fonte: UPSOCL

__

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.