Superlua rosa de abril será a maior e mais brilhante deste ano

Portal Raízes

Se você achou que a Superlua de março era impressionante, espere até ver a Superlua Rosa de abril – a maior e mais brilhante lua do ano.

Por que se chama Lua Rosa? Infelizmente, o nome da lua não tem nada a ver com sua cor real. A denominação do fenômeno foi dada em razão das flores silvestres chamadas “Creeping Phlox”, que florescem no início da primavera do hemisfério norte. A lua cheia de abril corresponde ao período de floração da espécie e, por isso, ganhou o apelido rosa.

Em vez disso, um brilho laranja-dourado vai ser emitido pela Lua no seu ponto mais baixo, e ficará mais brilhante com o avançar da noite.

O que a torna uma superlua?

A superlua ocorre devido ao astro estar em seu ponto mais próximo à Terra em época de lua cheia, por isso será possível visualizá-lo maior e mais brilhante que o comum.

Quando você pode ver a Lua Super Rosa?

A Superlua Rosa surgirá na terça-feira, 7 de abril. ficará visível após o pôr do sol (18:20) e atingirá o pico de iluminação por volta das 22h35.

Essa não será a última superlua do ano, mas será a maior de todas, sendo assim um evento astronômico imperdível.

__

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você.

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.