Novo estudo descobriu que beber vinho antes de dormir pode emagrecer

Portal Raízes

Hoje temos mais um motivo para desfrutar de uma taça de seu vinho favorito antes de dormir.

Talvez depois de ler isso você decida colocar o vinho como sua bebida preferida, pois não só tem mais concentração de álcool do que a cerveja, mas vem cheio de antioxidantes, ideal para retardar o envelhecimento. E agora, os pesquisadores descobriram evidências sustentáveis ​​de que o vinho pode ser um grande aliado para perder peso.

Em pesquisa realizada por cientistas da Washington State University, em conjunto com Harvard, descobriu a presença de um substância química no vinho, conhecido como resveratrol, que ajuda as células responsáveis pela recolha de gordura corporal a adquirir ainda mais gordura para o descarte.

Eles concluíram que beber dois copos de vinho por dia ajuda a reduzir consideravelmente o risco de obesidade em aproximadamente 70%. A recomendação para tomar à noite é porque suas calorias ajudam a manter uma sensação de saciedade, evitando assim os desejos noturnos.

Para apoiar esses estudos, outra pesquisa realizada na Universidade da Dinamarca revelou que a ingestão de vinho também afeta os centímetros da sua cintura ; No estudo realizado, as pessoas que consumiam vinho todos os dias tinham cintura muito mais fina do que as que não bebiam.

Estas investigações não respaldam ingestão excessiva ou dependência. A recomendação é consumir uma ou duas taças por dia, de preferência antes de ir dormir, para obter a maior vantagem possível das propriedades saudáveis ​​do vinho. Da mesma forma, se você combinar esse hábito com uma dieta saudável e uma pequena rotina de exercícios, aumentará os resultados em maior medida.

Traduzido e adaptado de El Librero de Gutenberg, pela equipe do Portal Raízes.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão.As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores.A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.