Wiley, o dálmata que tem um coração no nariz e está apaixonando pessoas por todo mundo

Portal Raízes

Wiley, o Dalmata, traz seu coração no nariz – bom, pelo menos vem com um perfeitamente desenhado nele. O filhote, agora com um ano de idade, ganhou fama na internet por sua marca única em forma de coração colocada diretamente na ponta de seu rosto e seus mais de 120 mil seguidores no Instagram nunca se cansam de ver fotos suas.

Sua mãe humana, Lexi Smith, de 26 anos, descreve Wiley como “24 quilos de patetice, desajeito, atrevimento, sempre faminto, carinhoso, curioso, selvagem, louco, bobo, feliz e cheio de amor”, e tão adorável quanto é nas fotos, contou ela ao Bored Panda.

“Nenhuma quantidade de fotos poderia capturar tudo o que ele é e tudo o que ele significa para mim, ele é meu melhor amigo.”

O caminho de Wiley se cruzou com o de Smith, que mora no Colorado, desde Oklahoma no dia de São Patrício do ano passado e, enquanto suas marcas únicas o fazem sobressair, ela diz que não foi por isso que o escolheu.

“Ele veio de uma ninhada de 11, e 8 deles eram meninos, então eu tive uma escolha difícil ao escolhê-lo. O coraçãozinho estava lá, mas não totalmente formado ao ponto de que eu acreditar que se iria manter, já que as manchas dos dálmatas mudam enquanto crescem. Eu o escolhi porque o criador me disse que tudo o que ele fazia era dormir, se aconchegar e comer, então já tínhamos muito em comum.

Bem, o cachorrinho sonolento que ela conheceu cresceu e com ele a sua verdade personalidade floresceu: “Wiley tem mais personalidade em seu pequeno corpo, do que qualquer outro cachorro que eu já conheci”, disse Smith.

Felizmente para Wiley, o par vive em uma área onde o filhote pode liberar um pouco dessa energia.

Smith disse que a caminhada é uma de suas atividades favoritas: “Temos muita sorte de morar no Colorado e ter os maiores e mais bonitos lugares para brincar e explorar. Ele adora caminhar ou ir a um dos muitos parques de cachorros enormes existentes aqui.”

“Ele também gosta de passeios de carro e se senta onde possa olhar pela janela da frente como um verdadeiro co-piloto. Mas quando ele fica com sono, ele ama, AMAAA se aconchegar.

Quando Wiley não está se aconchegando e dormindo, Smith diz ele também pode ser bastante teimoso (um traço comum entre os dálmatas).

“As mais verdadeiras características dálmatas de Wiley estão constantemente me fazendo rir. Normalmente, solto uma risada emparelhada com um abanar de cabeça, rindo de sua frustração provocada por sua teimosia, mas isso faz parte de ter o cachorro da raça. Se você não conseguir rir da situação e ser criativo em encontrar uma solução, treinando os traços desobedientes deles, a vida com um dálmata será um desafio.”

Para Smith, ela não trocaria a teimosia ocasional de Wiley por nada no mundo, “Eu tive muita sorte com Wiley, no entanto. Ele tem o melhor coração e eu não estou falando do que está em seu nariz. Ele ama todos que conhece e está sempre animado para fazer novos amigos. Ele tem sido relativamente fácil de treinar e se tornou em o melhor parceiro de aventura que eu poderia pedir. Ele exige muita atenção e está basicamente conetado ao meu quadril, mas é isso que eu amo nele.”

Mas Smith não é a única que aprecia como Wiley é especial. Graças ao seu crescente Instagram, o dálmata é notado nas ruas.

“Algumas pessoas o reconhecem como ‘aquele cachorro da internet’, muitas pessoas notam o coração no nariz, mas na maioria das vezes são apenas pessoas chocadas ao ver um dálmata. “Eu não via um dálmata faz muito tempo”, ou “Eu nunca vi um dálmata”, são os comentários mais repetidos que eu ouço quando estou fora de casa com Wiley.

A decisão de Smith de compartilhar Wiley com a internet começou com seu amor pela fotografia. “A fotografia sempre foi algo com que sempre brinquei e explorei, e de repente tive o filhote adorável que se tornou no modelo perfeito. Eu tenho uma conta pessoal, mas criar uma separada dedicada especificamente para Wiley parecia uma ótima maneira de armazenar todas as minhas fotos dele e manter uma constante linha do tempo de sua vida.”

“Realmente começou como algo destinado apenas a mim e talvez a alguns de meus amigos, para acompanhar seu crescimento e manter as memórias de todos os estágios de vida e momentos com o Wiley. Quando a conta começou a crescer eu me lembro de pensar ‘Uau, incrível se ele atingir 5 mil seguidores!’ Eu nunca em um milhão de anos poderia ter imaginado que seria o que é agora. E ainda está crescendo. Estou constantemente espantada, chocada, mas principalmente grata. É uma pequena aventura bem divertida, com certeza.”

“Ei mãe, se eu jogar uma bola, você vai embora e me deixa sozinho com meu pauzinho de mastigar?”

“Meu plano para hoje? O mesmo de sempre: mastigar tudo e ficar sexy”

“É terça-feira, ou como eu gosto de chamar… dia 2 na pele de um refém”

“Esse fim de semana foi um bom fim de semana”

“Mamãe diz para ficar humilde. Então eu digo: ‘Apanhe meu lado bom’, como se eu tivesse um lado ruim.”

“NASCEU PARA SER SELVAAAGEM (mas apenas até às 21h, mais ou menos)”

“Me jogue para os lobos e voltarei liderando o bando. Só brincando. Eu estarei em casa para o jantar.”

“Quanto tempo você acha que temos que sentar aqui antes que eles percebam que somos os presentes? Feliz Natal de seus dois amores de Natal favoritos!”

“É o aniversário dela, e é bom que ela compartilhe o bolo.”

“Não há nada melhor do que ficar aconchegado com a mamãe do lado de uma fogueira quente durante a temporada de férias. Infelizmente, nem todo animal tem essa possibilidade. E é por isso que a mamãe pegou esse bracelete super fofo (não é uma guloseima. Eu provei para confirmar). Essa pulseira financia o abrigo e a recolocação de animais no corredor da morte em abrigos de eutanásia.”

“Se fizer alguma diferença… eu acabei encontrando a bola”

“Segunda, terça, quarta, quinta, sexta feira… BLINK… segunda-feira…”

“Ela eu sou o Wiley e tenho um coração no meu nariz, não tinha visto ainda?”

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você.

Tradução e adaptação por Portal do Animal, da matéria originalmente criada por Bored Panda. Créditos de imagem: hi.wiley

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.