Quando vamos fazer aquele interminável curso, de uma semana, para tirar a CNH, assistimos a tantos vídeos horrendos e ficamos pasmos, aflitos e temerosos de dirigir. Quando fui tirar a minha habilitação, o que mais me tocou foi uma campanha sobre o uso da cadeirinha para crianças menores de 4 anos de idade. As cenas mostravam os pais com o seu filho de dois anos, demostrando-lhe muito amor. Eles diziam para ele: “você é a coisa que mais amo na vida”. Assim entraram no carro e mãe disse que não colocaria o bebê na cadeirinha porque iam muito perto dali. Ela segurava a criança e todos sorriam, até o momento crucial da colisão com um outro carro desgovernado. A criança (claro um boneco) atravessou o parabrisa.

Nunca me esqueci dessa campanha: será que nunca enxergaremos que amar de verdade é sempre manter nossos filhos felizes, sim, mas antes disso, seguros. Afinal, nunca se sabe o que nos espera logo ali na esquina.

O vídeo abaixo é de uma dessas campanhas de educação no trânsito. É de arrepiar. Confira:

O cinto de segurança é um dispositivo simples que serve para proteger sua vida e diminuir as conseqüências dos acidentes. Ele impede, em casos de colisão, que seu corpo se choque contra o volante, painel e pára-brisas, ou que seja projetado para fora do carro. Leia mais sobre dicas de segurança no trânsito aqui…

RECOMENDAMOS






As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.