Woman doesn't want to eat her cereal

4 ações que roubam sua energia emocional e você não sabia

Portal Raízes

Toda vez que fazemos uma atividade física, ficamos sem energia, mas essa não é a única energia que se esgota, também tem a energia emocional.

Depois de experimentar certas situações que nos roubam a energia emocional, temos a sensação de que nos esforçamos muito e, no final, eles nos deram muito pouco. Confira algumas dessas situações para que não caia nelas:

1. Discussões sobre questões insignificantes

O debate é uma fabulosa oportunidade de apresentar seus próprios pontos de vista e aprender com as opiniões dos outros. Poucas coisas enriquecem tanto quanto sustentar um diálogo construtivo entre pessoas que pensam de maneiras diferentes. Ele amplia a perspectiva e enriquece o pensamento, bem como fortalece as habilidades de comunicação.

Algo muito diferente acontece quando há duas pessoas que mergulham em uma discussão insignificante, cujo único propósito é “bater no outro”, impor seus próprios argumentos. Isso, muitas vezes, deixa apenas um desconforto. Você gasta muita energia, você flutua as piores facetas de si mesmo e no final é apenas uma questão de vaidade pessoal. Se você passa muito por isso, leia nosso texto viral: Aprendi a não bater de frente com quem só entende o que lhe convém.

2. Reclamações

Tanto reclamar quanto escutar insistentemente as queixas dos outros são situações que roubam energia emocional. De vez em quando, todos nós reclamamos. Isso é normal. Mas às vezes reclamar se torna um hábito, um modo de vida. Uma perspectiva em que eles dão voltas e voltas sobre o mesmo problema, sem fazer algo eficaz para resolvê-lo.

A denúncia é um discurso que induz a desenvolver uma atitude de impotência. A realidade não é o que queremos que seja, mas em vez de nos concentrarmos em como isso pode ser mudado, nos dedicamos a reiterar os aspectos negativos que nos confrontam. Não vale a pena gastar tempo com isso.

3. Fofoca

Uma das situações que rouba energia emocional é ter consciência da vida privada dos outros, em vez de se concentrar na sua. Esse tipo de “voyeurismo” não é mais que um sinal de falta de identidade. Quem mexer com os outros, olha para si mesmo nos outros, mas não pode ser encontrado.

O pior é que esse tipo de atitude é frequentemente acompanhada por uma crítica implacável aos outros. Ficam observando e procurando se envolver na vida pessoal alheia, com um humor destrutivo. Não há pior maneira de perder tempo do que fofocar. Isso não apenas rouba sua energia, mas também te degrada.

4. As dúvidas repetidas

É claro que muitas decisões devem ser ponderadas e que a única maneira de fazer isso é revisar os prós e contras que aparecem no panorama. Mas a partir daí, para iniciar um eterno exercício de dúvida, existe um grande abismo.

Uma das situações que nos rouba energia emocional é a dúvida compulsiva. Se chama assim e é o exercício de sempre colocar “mas” em seu próprio pensamento. Para isso, tente encontrar a resposta definitiva, apenas com reflexão. Esquecemos que muitas respostas surgem apenas quando você combina pensamento e ação.

Texto de Gutenberg, traduzido pela equipe do Portal Raízes

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS


Portal Raízes
Portal Raízes Jornalismo Cultural

COMENTÁRIOS