A beleza do amor maduro em 20 filmes apaixonantes

Portal Raízes

Milhares de canções, filmes e romances, com finais trágicos ou felizes, nos apresentam um amor idealizado, que poucas vezes se parece com a realidade. Essa concepção dos afetos ganha uma força especial na adolescência, momento em que se costuma sentir pela primeira vez os comichões da paixão, o que nos leva a uma outra ideia, derivada da anterior e igualmente muito valorizada: a de que o primeiro relacionamento a gente nunca esquece. Logicamente, há quem encontra estabilidade e felicidade com o seu primeiro parceiro, mas, para além de casos pontuais, a segurança e a serenidade proporcionadas por um amor adulto geram uma melhora na saúde emocional e afetiva.

Estudiosos revelam que as pessoas desfrutam mais as relações afetivas e de prazer, a partir dos 40. Para a psicóloga e sexóloga Cristina Callao, “o amor maduro tem a vantagem de ter sido trabalhado tanto em nível individual como no nível do casal”. A principal diferença entre um vínculo desse tipo e um vínculo da juventude está no nível de intensidade das emoções.

Inspirados na força e na beleza duradoura do amor maduro, nós, do Portal Raízes, fizemos uma lista com 20 filmes apaixonantes. Disponíveis na Globo Play, Youtube, Netflix ou Prime Vídeo. Confira:

1 – Sommersby – o retorno de um estranho – 1993 – Disponível no Prime Vídeos: Jack Sommersby (Richard Gere), dado como morto na Guerra Civil Americana, reaparece em casa após seis anos. Antes rude e amargurado, Jack agora é gentil e dedicado. A drástica mudança intriga sua esposa, Laurel (Jodie Foster), e os vizinhos. Enquanto Laurel se apaixona cada dia mais pelo “novo” marido, os demais moradores da região, certos de que há algo errado nessa história, tentam desvendar o mistério.

2 – O paciente inglês, 1996 – Disponível na Prime Vídeo: No final da Segunda Guerra Mundial, um desconhecido, que teve queimaduras generalizadas quando seu avião foi abatido e ficou conhecido apenas como o paciente inglês, acaba recebendo os cuidados de uma enfermeira canadense. Gradativamente, ele começa a narrar o grande envolvimento que teve com a mulher do seu melhor amigo e como esse amor foi fortemente correspondido. Porém, outros detalhes parecem não vir à sua lembrança, como se ele quisesse que tais fatos continuassem enterrados e esquecidos.

3 – Destinos Cruzados – 1999 – Disponível na Netflix: A esposa do sargento holandês Van Den Breck (Harrison Ford) e o marido da congressista Kay Chandler (Kristin Scott Thomas) morrem num acidente de avião, conectando suas vidas para sempre. Eles descobrem que ambos estavam indo para o mesmo lugar e portavam chaves idênticas. A investigação dá início a uma série de descobertas impressionantes e a um romance inesperado.

4 – Alguém tem que ceder – 2004 – Disponível no Youtube para comprar ou alugar: Harry Sanborn (Jack Nicholson) é um executivo que trabalha no ramo da música e que namora Marin (Amanda Peet), que tem idade para ser sua filha. Harry e Marin decidem ir até a casa de praia da mãe dela, Erica (Diane Keaton), para visitá-la. Lá Harry sofre uma parada cardíaca, ficando sob os cuidados de Erica e de Julian (Keanu Reeves), um jovem médico local. Aos poucos Harry percebe que está se interessando cada vez mais por Erica, mas tenta esconder seus sentimentos. Julian também sente atração por ela, tornando-se um rival de Harry.

5 – Tinha que ser você – 2008 -Disponível na Prime Vídeo:dirigido por Joel Hopkins e protagonizado por Dustin Hoffman e Emma Thompson. O roteiro se concentra em duas pessoas solitárias tentando se relacionar no espaço de três dias. Dustin Hoffman interpreta um compositor norte-americano que perde seu emprego e sua posição de pai da noiva após passar um dia no exterior, enquanto Emma Thompson interpreta uma funcionária do aeroporto com uma visão icônica dos relacionamentos.

6 – Noites de tormenta – 2009 – Disponível no Youtube para comprar ou alugar: No drama romântico noites de tormenta, baseado no romance best-seller de Nicholas Sparks, Diane Lane é Adrienne Willis, uma mulher cuja vida está um caos. Ela busca refúgio em Rodanthe, pequena cidade litorânea na carolina do norte aonde vai passar um fim de semana na pousada de uma amiga. Pouco depois de Adrienne chegar a Rodanthe, ouve-se a previsão de uma grande tempestade e o dr. Paul Flanner, Richard Gere, chega à cidade. Único hóspede da pousada, Flanner não está atrás de um final de semana de descanso, e sim enfrentando uma crise de consciência. Com a tempestade se aproximando, eles procuram apoio um, no outro e, em um final de semana mágico, iniciam um romance que trará mudanças profundas para ambos e repercutirá pelo resto de suas vidas.

7 – Cópia fiel – 2010 – Disponível na Globo Play: James Miller (William Shimell) é um filósofo inglês que vai a uma pequena cidade da Toscana apresentar seu livro sobre o valor da cópia na arte. Chegando lá, encontra Elle (Juliete Binoche), uma francesa que é dona de uma galeria de arte há muitos anos, que vive com seu filho pré-adolescente (Adrian moore). Eles passam a tarde juntos. Ao mesmo tempo em que vão se conhecendo, começam a desenvolver um complexo jogo de interpretação de personagens.

8 – O segredo dos seus olhos – 2010 – Disponível na Prime Vídeo: Benjamin Esposito (Ricardo Darín) se aposentou recentemente do cargo de oficial de justiça de um tribunal penal. Com bastante tempo livre, ele agora se dedica a escrever um livro. Benjamin usa sua experiência para contar uma história trágica, a qual foi testemunha em 1974. Na época o Departamento de Justiça onde trabalhava foi designado para investigar o estupro e consequente assassinato de uma bela jovem. É desta forma que Benjamin conhece Ricardo Morales (Pablo Rago), marido da falecida, a quem promete ajudar a encontrar o culpado. Para tanto ele conta com a ajuda de Pablo Sandoval (Guillermo Francella), seu grande amigo, e com Irene Menéndez Hastings (Soledad Villamil), sua chefe imediata, por quem nutre uma paixão secreta.

9 – Comer, Rezar, Amar – 2010 – Disponível na Netflix: Elizabeth (Julia Roberts) descobre que sempre teve problemas nos seus relacionamentos amorosos. Um dia, ela larga tudo, marido, trabalho, amigos, decidida a viver novas experiências em lugares diferentes por um ano inteiro. E parte para a Índia, Itália e Bali, para se reencontrar numa grande viagem de auto conhecimento, e uma nova história de amor.

10 – A delicadeza do amor – 2011 – Disponível na Globo Play: Nathalie (Audrey Tautou) é jovem, bonita, tem um casamento perfeito e leva uma vida tranquila, com tudo no lugar. Contudo, quando seu marido vem a falecer após uma acidente, seu mundo vira de cabeça para baixo. Para superar os momentos tristes, ela decide focar no trabalho e deixa de lado seus sentimentos. Até o dia em que ela, sem mais nem menos, tasca um beijo em Markus (François Damiens), seu colega de trabalho e os dois acabam embarcando numa jornada emocional não programada, revelando uma série de questões até então despercebida por ambos, o que os leva a fugir para redescobrir o prazer de viver e entender melhor esse amor recém-descoberto.

11 – Resgate do Coração – 2019 – Disponível na Netflix: Quando o marido termina abruptamente o casamento, na véspera de uma viagem que tinha sido combinada há meses, Kate (Kristin Davis) embarca em uma segunda lua de mel na África, encontrando um novo objetivo para sua própria vida. Enquanto renova suas forças, Kate também se depara com um romance em potencial, quando conhece Derek (Rob Lowe), um conservacionista de elefantes.

12 – O farol das orcas – 2015 – Disponível na Netflix: Beto (Joaquín Furriel) mora na Argentina e é um homem solitário que trabalha como guarda florestal num Parque Nacional. Lola (Maribel Verdú) é espanhola e é mãe de Tristán (Joaquín Rapalini), um menino de onze anos, autista. Depois de ver Beto num documentário, desesperada, Lola vai com o filho para Argentina em busca de ajuda. Um pouco relutante no início, Beto concorda em ajudar Tristán.

13 – Blue Jay – 2016 – Disponível na Netflix: Quando estão retonando para sua pequena cidade natal na Califórnia, dois ex-namorados (Mark Duplass e Sarah Paulson) do ensino médio se encontram por um acaso. Os dois lembram do passado que compartilharam e passam a refletir sobre ele, levando em conta suas vidas atuais, que parecem não serem satisfatórias para eles.

14 – Aliados – 2017 – Disponível no Youtube para comprar ou alugar: Em uma missão para eliminar um embaixador nazista em Casablanca, no Marrocos, os espiões Max Vatan (Brad Pitt) e Marianne Beausejour (Marion Cotillard) se apaixonam perdidamente e decidem se casar. Os problemas começam anos depois, com suspeitas sobre uma conexão entre Marianne e os alemães. Intrigado, Max decide investigar o passado da companheira e os dias de felicidade do casal vão por água abaixo.

15 – Nossas noites – 2017 – Disponível na Netflix: Addie Moore (Jane Fonda) é uma viúva solitária que decide certa noite convidar o vizinho também viúvo Louis Waters (Robert Redford) para dormir em sua casa. A proposta inusitada, que tem por objetivo ajudar os dois a vencer a insônia, a princípio deixa o professor aposentado sem reação, mas conforme eles colocam o projeto em prática uma bonita relação de cumplicidade floresce.

16 – As pontes de Madison – 1995 – Disponível para alugar ou comprar no Youtube: História de amor comovente sobre um fotógrafo da revista National Geographic, incumbido de fotografar as pontes de Madison, em Iowa. Lá, ele conhece uma dona de casa, cujo marido e filhos estão viajando. Os dois vivem um breve e intenso romance entre duas almas gêmeas que se conheceram tarde demais.

17 – Cartas para Julieta – 2010 – Disponível na Prime Vídeo: Em visita à cidade italiana de Verona com seu noivo ocupado, uma jovem chamada Sophie visita um muro onde os desiludidos deixam cartas para a trágica heroína de Shakespeare, Julieta Capuleto. Ao encontrar uma dessas cartas, de 1957, a jovem decide escrever à autora, Claire. Inspirada pela atitude de Sophie, Claire decide procurar por seu antigo amor.

18 – Uma carta de amor – 1989 – Disponível gratuito no Youtube: Ao caminhar pela praia, Theresa Osborne (Robin Wright) encontra uma garrafa com uma carta romântica e extremamente sincera, pois era também uma despedida, um adeus. Ela fica tão impressionada que usa os meios que dispõe trabalhando como jornalista em Chicago e tenta saber quem escreveu a carta. Ela então descobre que foi escrita por Garret Blake (Kevin Costner), um construtor de barcos da Carolina do Norte, para Catherine (Susan Brightbill), sua esposa, e, ao conhecê-lo, fica sabendo que Catherine faleceu precocemente. Em pouco tempo surge uma atração mútua entre Theresa e Garret, mas os fantasmas que ele carrega não permitem que ele viva este novo amor por completo.

19 – Um divã para dois – 2012 – Disponível na Prime Vídeo: Kay e Arnold estão casados há 30 anos. Para sair da rotina do casamento, decidem fazer uma semana de terapia intensiva de casais com um especialista no assunto. Enquanto tentam reacender a paixão que os uniu, os dois redescobrem um ao outro.

 20 – Simplesmente Complicado – 2009 – Disponível no Youtube para alugar ou comprar: Jane, uma mulher bem-sucedida, está divorciada de Jake há muitos anos, mas os dois continuam amigos. Um encontro casual reacende a paixão do relacionamento e faz com que os dois se reaproximem, e Jane percebe que agora é a amante do ex-marido. Enquanto isso, Adam, um arquiteto contratado para remodelar a cozinha de Jane, acaba se apaixonando por ela, o que dá início a um divertido e complicado triângulo amoroso.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.