Chef fecha restaurantes premiados e passa a servir comida a pessoas necessitadas durante pandemia

Portal Raízes

Por anos, o chef José Andrés e sua instituição de caridade são elogiados por alimentar as pessoas mais vulneráveis do mundo – e agora ele está transformando seus próprios restaurantes 5 estrelas em cozinhas que oferecem comida para famílias que podem estar tendo problemas para sobreviver durante o surto de COVID-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Embora Andrés tenha anunciado que esses restaurantes serão fechados ao público em geral até novo aviso, o chef disse que oito de seus badalados restaurantes de Washington DC e Nova York ainda serviriam comida gourmet a famílias desempregadas e trabalhadores em dificuldades.

Os restaurantes pedem 7 dólares por refeição, mas “quem não puder pagar, também será bem-vindo”, acrescentou Andrés em comunicado.

As cozinhas improvisadas começaram ontem a servir refeições para viagem, entre o meio-dia e as 17h. Além disso, todos os seus funcionários estão tendo uma folga remunerada nas duas primeiras semanas.

A instituição de caridade de Andrés, World Central Kitchen, também serve refeições para as pessoas afetadas pelo coronavírus, incluindo os passageiros e funcionários dos navios de cruzeiro em quarentena a bordo do Grand Princess.

__

Fonte: Good News Network

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.