“O sabão faz os vírus caírem com um castelo de cartas”

Portal Raízes

Com a chegada do novo coronavírus ao Brasil, é fundamental reforçar um hábito básico de higiene: lavar as mãos com água e sabão. E quando não for possível, o álcool gel é um substituto para essa higienização, desde que seja o álcool 70, isto é, que seja composto de 70% de álcool etílico (etanol). De acordo com o Conselho Federal de Química, essa é a quantidade necessária para combater micro-organismos como bactérias, vírus e fungos.

Através do Twitter, profissionais como Alberto Sicilia, doutor em física teórica, e Palli Thordarson, professor de química na Universidade de Nova Gales do Sul, na Austrália, explicaram por que o sabão é uma das melhores opções contra esse vírus que está mantendo o mundo todo em alerta.

Para nos ajudar a entender por que o sabão é inimigo do coronavírus, os profissionais mencionados explicam, em primeiro lugar, que os vírus são “seres microscópicos” que precisam entrar nas células humanas para se multiplicarem, porque sozinhos não conseguem.

O coronavírus, em particular, é composto por três elementos: o material genético (RNA), algumas proteínas que permitem a adesão às células humanas e uma cápsula de gordura que o protege. É neste último elemento que o sabão desempenha sua função como inimigo do vírus.

Isso explica por que o sabão é inimigo do novo coronavírus e de muitos outros germes causadores de doenças. Por esse motivo, é importante garantir uma correta lavagem das mãos como medida preventiva a fim de evitar a disseminação desse agente infeccioso que está causando medo.

O sabão ajuda a dissolver a membrana gordurosa que protege o vírus que, consequentemente, “cai como um castelo de cartas” – segundo os especialistas. No entanto, como já afirmamos, os vírus não estão realmente vivos, e portanto não morrem. Na verdade, eles são inativados com sabão e uma correta lavagem das mãos.

Dr. Dan McGee, pediatra do Hospital Infantil Helen DeVos, em Grand Rapids, Michigan, disse em entrevista ao jornal TODAY que “lavar as mãos é a segunda melhor maneira de prevenir uma infecção”.  A primeira opção é a vacina, se ela existisse, é claro.

Dr. Drauzio ensina como lavar as mãos corretamente para evitar infecções, entre elas a causada pelo novo coronavírus. Aprenda no vídeo.

Com as informações de Melhor com Saúde e Drauzio Varella

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.