Conheça o papagaio Drácula, o pássaro mais gótico do mundo

Portal Raízes

Sempre que se fala em papagaio imaginamos um pássaro verde com alguns detalhes vermelhos, azuis ou amarelos. Mas para falar a verdade, o mundo dos papagaios são extensos podendo surpreender a qualquer um. São 393 espécies diferentes, mas essa é uma das mais góticas entre elas. Você já ouviu falar no Papagaio de Pesquet, mais conhecido como Drácula?!

O papagaio de Pesquet é um pássaro majestoso, também conhecido como Papagaio Drácula.

Estes pássaros só podem ser encontrados nas montanhas da Nova Guiné

Infelizmente, essas aves se tornaram um alvo para caçadores ilegais, que, além de aumentar a perda de habitat, colocam a população de papagaios Drácula em números perigosamente baixos.

A única diferença entre machos e fêmeas é que os papagaios Drácula machos têm pontos vermelhos atrás das orelhas

Esses pássaros são caçados por suas penas, usadas em vestidos cerimoniais, bem como para carne e para o comércio de aves de gaiola.

A Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN avaliou os papagaios Drácula como Vulneráveis.

Fonte indicada e adaptada: BoredPanda

__

Se você gostou do texto, curta, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar, isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você.

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.