Um eclipse solar com formato de anel de fogo, acontece no dia 21 de junho de 2020 será um eclipse anular de número 36 na série Saros 137 e terá magnitude 0,994. Será o primeiro Eclipse Solar do ano 2020. O último ocorreu em julho de 2019.

A má notícia é que esse majestoso fenômeno que durará cerca de seis horas, não será visível a olho nu no Brasil. A boa notícia aos mais apaixonados, é que eles poderão assistir por transmissões via Internet.

Data e hora do Eclipse Solar 

De acordo com um relatório do timeanddate.com, o eclipse solar anular será visível da Índia, África do Sul, República Centro-Africana, Congo, Etiópia, Paquistão e China. A duração do eclipse solar será de aproximadamente seis horas. O fenômeno ocorreu na madrugada do dia 20 para o dia 21.  Há previsão de que em 2020, 6 eclipses acontecerão. 2 só em junho.

Como assistir ao eclipse solar online

Para quem está no Brasil e quer assistir ao eclipse solar anular, existe a possibilidade de utilizar algumas transmissões online disponibilizadas por órgãos relacionados à astronomia. Confira por intermédio do projeto Virtual Telescope. A transmissão iniciou às 2h30min, em horário de Brasília e mostrou toda a evolução da movimentação dos astros.

Acompanhe os eclipses de 2020 pelos canais:

  • NASA, que também disponibilizará transmissões narradas tanto em inglês quanto em espanhol no site do órgão.
  • Exploratorium, museu localizado em São Francisco (Califórnia, EUA) que exibirá imagens do eclipse em tempo real.
  • “The Weather Channel”, serviço global de previsões climáticas e notícias sobre o clima de forma geral. Proporcionada pela IBM, a transmissão terá imagens de observatórios da Argentina e do Chile, contando também com o apoio da NASA.

Se você gostou desta matéria, compartilhe com os amigos e não se esqueça de comentar. Isso nos ajuda a continuar trazendo conteúdos incríveis para você. Siga-nos também no Instagram e Youtube.

RECOMENDAMOS






Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.