Falta de oxigênio em Manaus causa cenário de pânico em hospitais

Portal Raízes

Diante da pandemia do novo coronavírus, a situação dos hospitais em Manaus atingiu um nível caótico nesta quinta-feira, 14. Novo surto da Covid-19 provocou colapso no sistema de saúde de Manaus, e unidades de saúde passaram a sofrer com falta de cilindros de oxigênio.

Segundo as informações da coluna de Monica Bergamo na Folha, Jesem Orellana, que atua como pesquisador da Fiocruz-Amazônia, revelou que foram enviados gravações em vídeo e áudio (além de depoimentos por telefone) de pessoas que estão na linha de frente.

“Estão relatando efusivamente que o oxigênio acabou em instituições como o Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) e serviços de pronto atendimento, como o SPA José de Jesus Lins de Albuquerque”, disse o profissional.

Ele também explica que, segundo informações, uma “ala inteira de pacientes morreu sem ar”. “Acabou o oxigênio e os hospitais viraram câmaras de asfixia”, afirmou Orellana. “Os pacientes que conseguirem sobreviver, além de tudo, devem ficar com sequelas cerebrais permanentes.”

A médica residente Gabriela Oliveira, do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), disse que a situação está caótica. “O que eu vivi hoje nem nos meus piores pesadelos eu pensei que poderia acontecer. Não ter como assistir paciente, não ter palavras para acalentar um familiar. Isso é uma coisa que vai ficar uma cicatriz eterna nos nossos corações”, declarou.

Até esta quinta (14), mais de 5,9 mil pessoas morreram no estado com a doença. Por conta do colapso na Saúde, pacientes internados com Covid em Manaus vão ser transferidos para outros seis estados, informou o governador Wilson Lima.

A médica Gabriela Oliveira, assim como outros profissionais da linha de frente, também descreveu a situação como um cenário de guerra. De acordo com ela, a maioria dos profissionais que atuam nas unidades está trabalhando com carga dobrada.

“Já não temos mais saúde mental pra lidar com a situação que Manaus está enfrentando. Hoje acordamos no nosso pior dia, a falta do oxigênio em algumas instituições nos deixou desesperados. É muito angustiante a gente não ter o que fazer”, disse.

O Governo do Amazonas informou, em nota, que segue atuando de forma conjunta com o Governo Federal e Prefeitura de Manaus para solucionar a questão do abastecimento de oxigênio. Forças Armadas também auxiliam no envio de cilindros de oxigênio para hospitais públicos de Manaus.

“Nós estamos em uma operação de guerra. Hoje, o oxigênio é o produto mais consumido diante dessa pandemia de Covid 19. Hoje o estado do Amazonas, que é referência no mundo, em que todo o mundo volta os olhos pra cá, está clamando, está pedindo por socorro”, declarou Lima.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




COMENTÁRIOS





Portal Raízes
Humanismo, sociologia, psicologia, comportamento, saúdes: física, mental e emocional; meio ambiente, literatura, artes, filosofia. Nossos ideais estão na defesa dos direitos humanos, das mulheres, dos negros, dos índios, dos LGBTs... Combatemos com veemência o racismo, o machismo, a lgbtfobia, o abuso sexual e quaisquer tipos de opressão. As publicações do Portal Raízes são selecionadas com base no conhecimento empírico social e cientifico, e nos traços definidores da cultura e do comportamento psicossocial dos diferentes povos do mundo, especialmente os de língua portuguesa. Nossa missão é, acima de tudo, despertar o interesse e a reflexão sobre a fenomenologia social humana, bem como os seus conflitos interiores e exteriores. A marca Raízes Jornalismo Cultural foi fundada em maio de 2008 pelo jornalista Doracino Naves (17/01/1949 * 27/02/2017) e a romancista Clara Dawn.